Curso gratuito de costura qualifica profissionais no RS  - Notícias

Versão mobile

 
 

Mercado de trabalho07/03/2022 | 07h00Atualizada em 07/03/2022 | 07h00

Curso gratuito de costura qualifica profissionais no RS 

Sindicato das Indústrias do Vestuário do Estado promove, há mais de 10 anos, formação básica de costura industrial

Curso gratuito de costura qualifica profissionais no RS  Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Unidade móvel possui diversos equipamentos para as aulas Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS

Buscando dar ainda mais destaque ao Estado no segmento têxtil e de confecções, o Sindicato das Indústrias do Vestuário do Rio Grande do Sul (Sivergs) promove, gratuitamente, o Curso Básico de Costura Industrial. A iniciativa conta com a parceria do Senai, do Instituto Misturaí e da prefeitura de Porto Alegre. 

As aulas, que começaram em 16 de fevereiro e prosseguem até 1° de abril, estão sendo realizadas na Unidade Móvel Vestuário (UMO), estacionada no Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues, no bairro Menino Deus. Os encontros ocorrem pela manhã e à tarde. 

O projeto, que atende a 28 alunos, os instrui para operar máquinas industriais que fazem o fechamento completo de peças, com colocação de zíperes e fixação de golas e punhos. Além disso, aprendem a montar conjuntos completos, costurando malhas, camisetas, regatas, blusas femininas, moletons etc. 

LEIA MAIS
Entidade promove profissionalização para adolescentes em situação de vulnerabilidade social
Como cooperativismo e apoio financeiro podem auxiliar no controle do trabalho informal
Especialistas explicam como criou-se a alta taxa de informalidade histórica do Brasil

de acordo com o vice-presidente da Sivergs, Rogério Bértoli, em 12 anos de história, sendo esse o terceiro com a UMO, o curso já formou mais de 580 pessoas na Região Metropolitana.  

– Muitas empresas estão indo embora do Estado, e um dos motivos para isso é a falta de mão de obra qualificada. Então, com essa iniciativa, conseguimos auxiliar as pessoas que estão desempregadas, qualificando-as para ingressarem nas empresas associadas ao Sivergs – comenta Rogério.  

Oportunidades

Segundo Marinês Canterle, 56 anos, professora do curso, que participa do projeto há quase uma década, é comum atender pessoas que não tinham uma profissão, e enfrentavam dificuldades para ingressar no mercado de trabalho.  

– Me sinto feliz por poder passar o que sei, ajudar as pessoas a adquirir e aprimorar as técnicas para seguir na profissão. Além disso, são amizades que levo para a vida, e, sempre que precisam, mesmo depois do curso, continuam me chamando para agradecer e também auxiliá-los – diz, com orgulho, a professora. 

A ex-aluna Anelise Oliveira, 30 anos, conta que suas expectativas foram atendidas, pois o projeto a preparou para o mercado de trabalho. Segundo ela, antes do curso, estava havia dois anos procurando emprego. Assim que finalizou as aulas, foi chamada para uma vaga na área, conquistando o tão esperado trabalho. 

– Hoje, uso muito as técnicas que aprendi no curso. Somos ensinadas a trabalhar com a costura, mas também aprendemos a tratar os colegas e clientes – conta Anelise.  

Um novo passo em trajetória

Já a aluna Fabiana Meireles, 46 anos, que ingressou no curso nesta edição, sente-se encantada com o que está aprendendo. Atualmente, possui uma marca de roupas de matriz africana. Mas, segundo ela, após o curso, buscará vaga em alguma empresa do ramo por conta da ampla oportunidade. 

Além disso, ela destaca e agradece o fato de as aulas serem totalmente gratuitas:  

– Eu não tinha como pagar um curso para aprimorar minhas técnicas, então, não pude perder essa chance. Já sei que esse é um momento de suma importância para minha carreira.

A Unidade Móvel  

A UMO – uma carreta que tem nove metros de largura por 15 de comprimento –, possui infraestrutura com ar-condicionado, projetor de vídeo, 

26 máquinas novas de costura industrial, ferro com caldeira, mesa de corte, materiais de instrução, bustos, fitas etc. O curso, até o momento, sempre foi realizado uma vez ao ano. No entanto, o planos para o ano que vem mudaram: em 2023, serão dois, básico e de aperfeiçoamento, para atender funcionários das empresas em um nível mais avançado.   Mais informações podem ser obtidas no site sivergs.org.br. 

Produção: Leonardo Bender

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros