Buracos em calçada: mau cheiro, proliferação de mosquitos e risco de queda preocupam moradora - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso10/05/2022 | 11h55

Buracos em calçada: mau cheiro, proliferação de mosquitos e risco de queda preocupam moradora

Leitora solicita o fechamento das cavidades desde janeiro

Buracos em calçada: mau cheiro, proliferação de mosquitos e risco de queda preocupam moradora Reprodução / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Buracos foram abertos pelo Dmae para manutenções Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Desde o início do ano, a professora de piano Renata Normann Ferreira Lopes, 58 anos, enfrenta dificuldades para atender seus alunos. Isso porque alguns buracos abertos pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) na Rua Padre Teschauer, no bairro Glória, na Capital, apresentam perigo de queda, mau cheiro e mosquitos. 

Por trabalhar em casa, ela conta que os transtornos causados têm feito com que alguns alunos desistam de frequentar as aulas. Renata explica que os buracos foram feitos para a realização de uma obra, em janeiro deste ano. No entanto, as manutenções foram interrompidas e, desde então, a moradora tem solicitado o fechamento dos locais. Esses, porém, não são os únicos buracos que incomodam a vizinhança. Entre março e abril deste ano, uma cratera se abriu no meio da rua. O problema fez com que carros e pedestres precisassem dividir o espaço da calçada:

– Durante o período em que a cratera esteve aberta, os ônibus pararam de passar na nossa rua. Foi horrível. Agora, estamos batalhando para que fechem esses dois que restaram.

LEIA MAIS
Buraco em cruzamento de vias atrapalha rotina de moradores da Vila Jardim, na Capital
Após um mês, buraco na calçada é fechado em Porto Alegre
Paciente reclama de espera por cirurgia

Renata registrou dois pedidos de solução, que geraram os protocolos 1314572286 e 1314632239.

Moradora reclama de duas crateras abertas na Rua Padre Teschauer, 85, no bairro Glória<!-- NICAID(15086795) -->
Cavaletes são furtados constantementeFoto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Perigos

A professora explica que o fluxo de pedestres na calçada é bastante intenso. Na vizinhança, ela conta, existem muitos idosos. Além disso, um dos buracos fica próximo de uma parada de ônibus que é frequentada por trabalhadores e estudantes. 

A presença constante de mosquitos também tem alterado a rotina dos moradores. Renata e alguns vizinhos optam por manter portas e janelas fechadas para diminuir a entrada dos insetos. Outro problema, relata, são os furtos dos equipamentos de sinalização fornecidos pelo Dmae:

– Diversos cavaletes foram deixados no local. Mas, com o tempo, as pessoas foram levando. Tudo que é colocado não dura muitos dias. Tenho medo que alguém caia. 

Serviço está na fila para execução

De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), o   fechamento dos buracos na Rua Padre Teschauer já está na fila para execução das equipes. “Provavelmente nesta semana, o serviço será feito, se as condições climáticas permitirem”, afirmou a equipe de comunicação. 

A pasta informa que outras informações sobre a programação de serviços podem ser obtidas pelo telefone 156 (opção 2), pelo site prefeitura.poa.br/dmae, pelo aplicativo 156+POA, pelo chat centraldmae.procempa.com.br/chat ou pelo e-mail dmae@dmae.prefpoa.com.br.

Produção: Kênia Fialho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros