Sebastião Melo estuda Carnaval de Porto Alegre sem cobrança de ingresso em 2023 - Notícias

Versão mobile

 
 

Em análise07/05/2022 | 22h52Atualizada em 07/05/2022 | 22h52

Sebastião Melo estuda Carnaval de Porto Alegre sem cobrança de ingresso em 2023

Valor mínimo para os desfiles deste ano era de R$ 75 para as três noites

Sebastião Melo estuda Carnaval de Porto Alegre sem cobrança de ingresso em 2023 Gustavo Gossen / Agencia RBS/Agencia RBS
Prefeito acompanhou ação do bloco da sustentabilidade, com servidores do DMLU, antes do início dos desfiles deste sábado Foto: Gustavo Gossen / Agencia RBS / Agencia RBS

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, acompanhou os desfiles das escolas de samba, na noite deste sábado (7), observando o que é possível aperfeiçoar para 2023. Nos planos do prefeito está um Carnaval 2023 com portões abertos ao público. Nas próximas semanas, Melo pretende se reunir para avaliar a organização deste ano e propor a isenção. 

— Quero que o Carnaval do ano que vem seja ainda melhor. Penso em não cobrar ingresso de ninguém. Vou analisar muito bem isso. Boa parte da população já passa por alguma dificuldade — afirmou. 

O ingresso mínimo para os desfiles de 2022 custa R$ 75, para o setor de arquibancada, válido para as três noites.

Leia mais
Energia, surpresas positivas e cobertores para espantar o frio: a primeira noite do Carnaval de Porto Alegre
Tem desfile de escolas de samba no Porto Seco; confira como adquirir ingressos, como chegar e ordem de apresentação das escolas

Com relação a calendário, o prefeito não vê motivos para que o Carnaval siga fora de época, como o que ocorre neste ano em razão da pandemia. 

— No ano que vem, será na época correta. Quando estiver acontecendo Carnaval no Brasil inteiro, vai ter aqui também — disse. 

Antes da primeira apresentação da noite, o bloco da sustentabilidade, com servidores do DMLU, deixou uma mensagem sobre conscientização ambiental. Melo esteve à frente, acompanhado da primeira-dama Valéria Leopoldino.

— É o Carnaval da retomada, da solidariedade, da colaboração — completou.

Ainda nesta noite, desfilam as agremiações do Grupo Ouro: Fidalgos e Aristocratas, Acadêmicos de Gravataí, União da Vila do IAPI, Império do Sol, Bambas da Orgia, Estado Maior da Restinga, Imperadores do Samba, Imperatriz Dona Leopoldina e Império da Zona Norte.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros