Primeiro Centro da Juventude do RS em sede própria é inaugurado - Notícias

Versão mobile

 
 

Profissionalização e lazer 30/06/2022 | 16h36Atualizada em 30/06/2022 | 16h52

Primeiro Centro da Juventude do RS em sede própria é inaugurado

Espaço em Viamão passou por reforma com investimento de R$ 3,2 milhões. As demais unidades que atendem jovens de 15 a 24 anos ainda funcionam em locais provisórios

Primeiro Centro da Juventude do RS em sede própria é inaugurado Itamar Aguiar / Palácio Piratini/Divulgação/Palácio Piratini/Divulgação
Centro da Juventude foi instalado no Complexo Ana Jobim, no bairro Santa Cecília Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini/Divulgação / Palácio Piratini/Divulgação

O Centro da Juventude (CJ) Viamão, do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), foi inaugurado, oficialmente, na manhã desta quinta-feira (30). O espaço é a primeira sede própria do Estado, visto que as outras cinco unidades — quatro em Porto Alegre e uma em Alvorada — estão funcionando em locais provisórios, cedidos ou alugados. 

Em Viamão, não houve a construção de um novo espaço para a instalação do CJ, mas para adequação às atividades foi feita uma reforma nas instalações da Escola Ana Jobim, no bairro Santa Cecília. O local conta com uma estrutura de 1.840,86 m² e a obra — que durou cerca de dois anos — foi realizada com investimento de R$ 3,2 milhões do contrato de empréstimo firmado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

LEIA MAIS
Centros da Juventude da Região Metropolitana passam por mudança de gestão  
Centro da Juventude de Alvorada tem mais de 200 vagas para aprimoramento profissional gratuitas
Jovens Embaixadores: três estudantes gaúchos de escolas públicas são selecionados para intercâmbio nos Estados Unidos

A abertura da cerimônia de inauguração contou com uma série de apresentações musicais realizadas pelos jovens que realizam atividades no local, além da declamação de uma poesia autoral produzida por outro participante da unidade de Viamão.

— Estamos construindo uma história que vai permitir que os jovens tenham acesso à educação complementar e profissional e a espaços para lazer, cultura e esporte. Esse local também serve para que eles possam conhecer pessoas, entender como a vida funciona e saber que eles podem contribuir para a mudança da realidade social. É nisso que nós temos que investir e apostar, porque é isso que faz diferença e que torna real o mundo que sonhamos — destacou o secretário de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo, Mauro Hauschild, na inauguração.

O CJ Viamão, que funciona em parceria com o Instituto Social 10, instituição vinculada à Central Única das Favelas (Cufa) do RS, atendia em média 600 jovens por ano em sua antiga sede. Com o novo centro, a proposta é ampliar a oferta de ações para jovens de 15 a 24 anos em uma infraestrutura mais qualificada, gerando novas oportunidades, conhecimentos e encaminhamentos para o mercado de trabalho ou para empreendimentos próprios.

Para a coordenadora do POD, Gabriela Lorenzet, a entrega da sede do CJ é uma realização para as diversas pessoas por trás do desenvolvimento do programa.

— Eu espero que o POD tenha vida longa nesses seis territórios. Espero que ele se multiplique em outros espaços. Então, jovens de Viamão e de outros territórios, nós estamos aqui para oferecer ferramentas e instrumentos para que vocês construam a sua própria história — disse a coordenadora.

O prefeito de Viamão, Nilton Magalhães, destacou a função social do CJ na formação dos jovens do município: 

— Esse Centro da Juventude já formou, mesmo antes da pandemia, mais de 600 jovens, encaminhando e fazendo com que eles possam seguir na vida de uma forma melhor. A etapa de inauguração do CJ firma cada vez mais a nossa parceria com o Estado.

Entregas atrasadas há três anos

Em abril de 2019, o DG publicou que os Centros da Juventude (CJs) receberiam os prédios próprios até julho daquele ano. As cinco unidades, afora a de Viamão que foi reformada, estavam em fase de construção nos bairros Cruzeiro, Lomba do Pinheiro, Restinga e Rubem Berta, em Porto Alegre, e no bairro Maria Regina, em Alvorada. O cenário não avançou muito de lá para cá. A assessoria da Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS)  informou que essas unidades estão em fase final de construção e as inaugurações serão feitas ao longo do ano.  

A meta do POD, por meio dos CJs, é atender, anualmente, a 3,6 mil jovens de 15 a 24 anos, sendo 600 em cada um dos centros. 

Como funcionam os CJs

Os Centros da Juventude são parte do POD, uma parceria do governo do Estado, por meio da SJSPS, com financiamento do BID. O programa teve início em 2014 e atua no atendimento de jovens de 15 a 24 anos de áreas que sofrem com altos índices de vulnerabilidade social e de violência. O trabalho é executado por meio dos CJs, que funcionam em seis territórios, nos bairros porto-alegrenses Cruzeiro, Lomba do Pinheiro, Restinga e Rubem Berta, além de Alvorada e Viamão.

A atuação da iniciativa é em três frentes: o sócio-afirmativo (atividades voltadas para a área cultural e de cidadania), o sócio-profissional (formações direcionadas para o mercado de trabalho de diversos setores) e o de jovem multiplicador (preparação dos participantes para exercerem lideranças em suas comunidades, tendo também o papel de conduzirem novos integrantes para os CJ).

O programa oferece diversos cursos profissionalizantes, como de auxiliar administrativo, barbearia, estética e embelezamento, maquiagem, culinária, corte e costura, informática, garçom e garçonete, empreendedorismo, entre outros, além de outras atividades e oficina de música, dança, esportes, artes e cultura.

Resultados do POD até o momento
/// 20.195 jovens foram atendidos
/// 10.673 jovens foram beneficiados por atividades de capacitação profissional
/// 2.829 jovens foram inseridos no mercado de trabalho
/// 2.135 jovens participaram de mais de 50 oficinas de empreendedorismo noturnas
/// 4.781 jovens foram beneficiados por atividades de reforço escolar
/// 9.028 jovens se tornaram multiplicadores recebendo bolsas de R$ 598 mensais

Leia outras notícias do Diário Gaúcho 



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros