Adolescentes confessam autoria de ataques racistas contra filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Investigação20/12/2016 | 12h33Atualizada em 20/12/2016 | 12h34

Adolescentes confessam autoria de ataques racistas contra filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso

Policiais civis do Rio de Janeiro e de São Paulo deflagraram operação para cumprir três mandados de busca e apreensão obtidos durante a investigação

Adolescentes confessam autoria de ataques racistas contra filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso Instagram/Reprodução
Foto: Instagram / Reprodução

Policiais civis do Rio de Janeiro e de São Paulo deflagraram uma operação, batizada de Gagliasso, na qual cumpriram três mandados de busca e apreensão obtidos durante a investigação das ofensas raciais sofridas pela filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. As informações são do jornal Extra.

Leia outras notícias sobre famosos e entretenimento


Segundo a publicação, celulares foram apreendidos e sete pessoas foram levadas à delegacia para prestar esclarecimentos. Um dos mandados foi cumprido em Itaquaquecetuba e os outros dois em Guarulhos, São Paulo.

Uma das sete pessoas que prestaram esclarecimentos foi um adolescente de 17 anos, que confessou ser um dos autores das ofensas. Ele disse, ainda, que uma outra jovem, de 14 anos, teria criado um perfil falso na rede social para ofender a pequena Titi. A garota confirmou esta versão para a polícia.

Leia também:
"Vou até o final", diz Bruno Gagliasso, após prestar depoimento sobre caso de racismo com a filha


A titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), delegada Daniela Terra, informou que os trabalhos da equipe continuam, na tentativa de encontrar outros envolvidos.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros