Em entrevista ao "Fantástico", Baby do Brasil e Casagrande garantem: "sexo, só depois do casamento" - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Na TV02/01/2017 | 08h59Atualizada em 02/01/2017 | 09h03

Em entrevista ao "Fantástico", Baby do Brasil e Casagrande garantem: "sexo, só depois do casamento"

O casal falou sobre o relacionamento e deu detalhes sobre o início do namoro

Em entrevista ao "Fantástico", Baby do Brasil e Casagrande garantem: "sexo, só depois do casamento" TV Globo / Reprodução/Reprodução
Foto: TV Globo / Reprodução / Reprodução

Uma das notícias mais surpreendentes no final de 2016 foi o anúncio do namoro de Walter Casagrande e Baby do Brasil. Os dois contaram ao Fantástico do último domingo como o romance começou.

Leia mais:
Walter Casagrande assume namoro com Baby do Brasil e diz: "A opção dela em não fazer sexo é linda"

"Casão", como é conhecido, e Baby, pastora evangélica, já se conheciam há alguns anos, mas só agora o relacionamento virou "algo mais". O comentarista esportivo falou que foi dele a iniciativa, mas a cantora fez jogo duro:

— Ela me disse assim: "Tem que esperar Deus me avisar".

— Ele dizia para mim: "Eu tenho certeza de que Deus vai deixar!" — revelou Baby.

Mesmo depois do início oficial do namoro, o primeiro beijo ainda demorou três meses para acontecer. Já o sexo, fica para depois do casamento, que está nos planos do casal:

— Não é não fazer mais sexo, é esperar para fazer com a pessoa certa, que ela se apaixonasse e que fosse um amor de verdade. Ela tem muito mais coisas interessantes do que a relação sexual. Ela é muito mais do que isso. Para mim a Bíblia é muito mais do que isso. Então a relação sexual é um complemento do contato de uma pessoa como ela, entendeu? Então não está me preocupando isso, não está me incomodando uma situação como essa — explicou Casagrande.

Assim como aconteceu quando o namoro foi anunciado, a entrevista gerou um rebuliço nas redes sociais:


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros