"A Fórmula", nova série da Globo com Fábio Assunção e Drica Moraes, estreia nesta quinta-feira - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Televisão06/07/2017 | 08h00Atualizada em 06/07/2017 | 14h22

"A Fórmula", nova série da Globo com Fábio Assunção e Drica Moraes, estreia nesta quinta-feira

Atração, que terá oito episódios, discute sobre o amor e tem toques de ficção científica

jose augusto barros


Luisa Arraes, Fábio Assunção e Drica Moraes na coletiva de imprensa Foto: Rafael Campos / TV Globo/Divulgação

Em A Fórmula, que estreia nesta quinta-feira (RBS TV, 23h), o telespectador vai curtir uma comédia romântica com pitadas de ficção científica. Dois temas atuais permeiam a série: a busca pela eterna juventude e os encontros e desencontros amorosos.

Estrelada por Luisa Arraes e Drica Moraes (Angélica jovem e na fase madura) e Klebber Toledo e Fábio Assunção (Ricardo), a trama, com oito capítulos, exibida às quintas-feiras, conta a história dos ex-namorados que se conheceram na faculdade, planejaram uma vida juntos, mas se separaram.

Confira cinco filmes que apostam na viagem no tempo
Leia outras notícias sobre famosos e entretenimento

A própria cobaia  

Luisa Arraes e Klebber Toledo vivem Angélica e Ricardo jovens Foto: Estevam Avellar / TV Globo/Divulgação

Trinta anos depois de se apaixonarem, Angélica (Drica) e Ricardo (Fábio) se reencontram. É quando os dilemas do passado e do presente se misturam.

Agora, Angélica é uma cientista de prestígio, dedicada a um experimento que promete prolongar a vida humana. Ricardo virou um empresário famoso na área da estética.

O reencontro, três décadas depois, acaba sendo decepcionante para os dois, já que Ricardo ainda tem na memória aquela mesma Angélica que conheceu quando jovem. E ela fica triste ao ver a decepção dele. 

Debate
Esta busca eterna pelo belo será colocada em debate.

– Existe uma associação que o mundo faz, de beleza e juventude, com a qual eu não concordo muito. O exercício de você viver o tempo, de envelhecer, vai tornando as pessoas mais belas – ponderou Fábio na coletiva de imprensa, no Rio de Janeiro, no dia 20 de junho. 

Personagens se reencontram 20 anos depois Foto: João Miguel Junior / TV Globo/Divulgação

 Drica fez coro:

– A série fala muito da beleza, mas de uma maneira geral, não apenas da estética. Fala sobre experimentar a flor da idade, os bônus e os ônus de cada momento. O amor acontece em todos os tempos.

Duas em uma
Já Klebber celebrava que foi presenteado com o papel e lembrou-se do começo da sua carreira na emissora.

– Quando entrei na Globo, há quase dez anos, sempre me diziam que, um dia, eu poderia ser o Fábio – disse ele, que vive o personagem do veterano mais novo. 

Luisa Arraes (E) enfrenta o desafio de encarnar Angélica mais jovem e, depois, mais velha com a aparência de novinha.

– O cuidado que tivemos foi focar nos anos 80, que é a Angélica jovem em uma fase de maior ingenuidade e paixão. Mostramos a beleza de se apaixonar perdidamente. Já a Afrodite é a Angélica com a mesma aparência, mas com 30 anos a mais. Neste caso, focamos nos ímpetos dela, no humor – explicou.

* O repórter viajou ao Rio de Janeiro a convite da TV Globo.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros