Conheça os melhores da música em 2017 - Entretenimento

Versão mobile

 

Chegou a hora16/12/2017 | 12h00Atualizada em 16/12/2017 | 12h00

Conheça os melhores da música em 2017

No ano que chega ao fim, nomes como Thomas Machado, Marília Mendonça e Felipe Araújo ganharam a preferência de leitores e internautas do Diário Gaúcho

Conheça os melhores da música em 2017 Mauricio Fidalgo/TV Globo/Divulgação
Foto: Mauricio Fidalgo / TV Globo/Divulgação

Definitivamente, 2017 foi o ano em que a mulherada tomou conta do sertanejo nacional, que o funkeiro Nego do Borel ganhou o país e que um jovem sertanejo estourou para o Brasil todo ouvir. Porém, sem bairrismo, o ano que se encerra em duas semanas teve a marca gaúcha de um pequeno talento de dez anos.

Thomas Machado, vencedor do The Voice Kids, apaixonou o país no começo de 2017 e é o grande destaque dos Melhores da Música de Retratos da Fama, cujos nomes foram escolhidos por mais de 6 mil leitores, no nosso site. Reverencie  a trajetória de quem mais brilho

CANTORA 

— Marília Mendonça - 64,6%

— Ivete Sangalo-_ 24,6%

—  Anitta - 10,8%

Em uma eleição com concorrentes do quilate de Anitta, que teve um ano espetacular, e Ivete Sangalo, que mantém uma regularidade fantástica na sua carreira, Marília Mendonça mostrou que o feminejo passa pelo se auge, ao ganhar de lavada na categoria cantora.

Conhecida como a Rainha da Sofrência, a goiana, 22 anos, alcançou marcas incríveis em 2017: 3 bilhões de visualizações em seus clipes no YouTube e uma incessante média de 25 shows por mês. Surfando na onda da sua popularidade, nomes históricos do sertanejos, como Roberta Miranda e Chitãozinho & Xororó, convidaram Marília para dividir o palco. Foi nas gravações dos seus respectivos DVDs.

Gratidão

Em um vídeo enviado especialmente para o Diário Gaúcho, a dona de hits, como Amante Não Tem Lar e Traição Não Tem Perdão, mandou um recado especial aos leitores e internautas que votaram e se mobilizaram na tradicional votação de Retratos da Fama.

BANDA DE BAILE 

 — Estação Fandangueira - 51,2%

— Julian & Juliano e Só Vanerão - 34,7%

— Tchê Barbaridade - 14,1%

Foi um ano pra lá de especial para o grupo de Terra de Areia. Completando 10 anos de carreira, Estação Fandangueira termina o ano acelerando! Na noite desta sexta-feira, os músicos gravaram o tão esperado primeiro DVD da carreira na sua cidade natal. O ano ainda marcou o lançamento do clipe da faixa Serra as Aspas, que teve participação do ex-jogador Sandro Sotilli. 

— Queremos agradecer aos nossos fãs que votaram na banda. O ano de 2017 foi e está sendo muito marcante para o Estação Fandangueira _ agradece o vocalista da turma, Cassiano, 29 anos,

Dez anos de peleia

Ao longo da primeira década de estrada, além de se consolidar nos bailes do Rio Grande do Sul, a banda levou o som para Santa Catarina, onde conquistou um bom mercado, além de ter feito shows em palcos paranaenses e paulistas.

— Nesses 10 anos, tivemos boas conquistas e muitas lutas. Mas é especial demais ser eleito pelos leitores e internautas do DG — finaliza Cassiano.  

DESTAQUE GAÚCHO 

— Thomas Machado - 70,7% 

— Grupo Rodeio - 22,8%

— Yangos - 6,5%

Nesta categoria, era difícil aparecer uma surpresa. Afinal, como Thomas Machado não seria eleito o destaque gaúcho de 2017? O gauchinho que apaixonou o Brasil ao surgir para o país no começo do ano, no The Voice Kids, ganhou de lavada dos demais concorrentes, os ótimos Grupo Rodeio e Yangos.

Com aquela carinha que cativa e uma interpretação incrível de temas tão diferentes, como Asa Branca e No Rancho Fundo, Thomas mostrou talento de gente grande em uma criança. Este, aliás, foi um dos fatores que o levou a faturar o título do reality show, tomado por candidatos adolescentes. 

Livro e disco

Depois da vitória, o seu mundo mudou: o guri cantou antes de jogo do Grêmio na Arena, pela Libertadores, lançou o disco Os Filhos do Rio Grande (R$ 25, preço médio), um dos prêmios pela vitória no The Voice Kids, e até um livro (R$ 45, preço médio) de mesmo nome. A obra conta a história da cultura gaúcha. 

— Fico muito, muito feliz ao saber que ganhei este prêmio. Agradeço a todos que me ajudaram, que votaram em mim no The Voice Kids e nesta eleição. Foi um ano bem importante — agradece o pequeno astro, 10 anos.  

CANTOR DO ANO
— Nego do Borel - 51%

— Tiago Iorc - 41,6%

— Arlindinho Cruz - 7,3%

Criado na comunidade que lhe deu o sobrenome artístico, no Rio de Janeiro, em uma casa situada de frente para um lixão, Nego do Borel chegou a fazer carreto em um supermercado e a trabalhar como cobrador em veículos que fazem transporte comunitário. Aos 18 anos, largou tudo para ser artista. Agora, aos 25, o carioca celebra 2017 como o seu grande ano. 

Nego do Borel, em entrevista exclusiva: "me sinto muito orgulhoso em poder inspirar alguém"

Com canções como Esqueci como Namora e Você Partiu Meu Coração, que teve participações especiais luxuosas de Anitta e de Wesley Safadão, e com uma elogiada performance como Tião Macalé, na nova versão de Os Trapalhões, exibido no Viva, em julho, e na TV Globo, em setembro, ele conheceu o estrelato nacional.

Internacional

O fenômeno, que deixou para trás dois concorrentes de peso, ainda celebra o ano por ter sido indicado na Europe Music Awards (EMA), premiação da MTV que celebra estrelas, músicas e videoclipes mais populares em toda a Europa. Borel concorreu na categoria melhor artista brasileiro. Mas Anitta acabou vencendo. 

 DESTAQUE NATIVISTA 

— Luiz Marenco - 40%

— Shana Müller - 38,8%

— Renato Borghetti - 21,1%

Em uma eleição concorrida entre três expoentes de diferentes gerações da música daqui, Luiz Marenco, 52 anos, venceu uma votação apertada. Conhecido pela sua clássica barba branca e por transitar bem em diferentes gêneros da música gaúcha, já gravou sucessos do Nenhum de Nós, com Thedy Corrêa, e celebra um ano repleto de conquistas. 

Uma das principais foi no Theatro São Pedro, em março, quando transformou o tradicional palco em CTG. O show especial, de milongas que marcaram a sua trajetória, se tornou um dos mais elogiados. 

Identidade

Para os leitores e internautas,  Marenco é só agradecimentos.

REVELAÇÃO

— Felipe Araújo - 61,7%

— Pabllo Vittar - 31,5%

— Iza - 6,8%

Muitas vezes, o destino prega peças que os artistas não esperavam. É o caso de Felipe Araújo, 22 anos, irmão de Cristiano Araújo, morto em um acidente de trânsito, em 2015, fato que gerou grande comoção em todo o país. Até agosto daquele ano, Felipe formava dupla com Zé André.  Na época, o pai, João, pediu que o filho seguisse carreira solo em uma espécie de homenagem ao irmão falecido. 

Em 2017, ele se revelou um meteoro tão forte como o irmão. Com um vozeirão, estourou em canções como a Mala é Falsa, com participação de Henrique & Juliano, cujo clipe tem mais de 190 milhões de visualizações no YouTube. E lançou o seu primeiro DVD, 1, DOIS, 3, com as participações especiais de Zezé Di Camargo & Luciano, Simone & Simaria, Leonardo, Henrique & Juliano e Jorge & Mateus.

Estímulo

Confira abaixo o recado de Felipe aos gaúchos:






 



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros