Léo Saballa Jr. comemora retorno ao "Bom Dia Rio Grande": "Procuro sempre estar pronto para um novo desafio" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Readaptando a rotina06/07/2021 | 15h13Atualizada em 06/07/2021 | 15h24

Léo Saballa Jr. comemora retorno ao "Bom Dia Rio Grande": "Procuro sempre estar pronto para um novo desafio"

Apresentador assumiu a bancada do telejornal matinal ao lado de Simone Lazzari

Léo Saballa Jr. comemora retorno ao "Bom Dia Rio Grande": "Procuro sempre estar pronto para um novo desafio" Instagram / Reprodução/Reprodução
Simone Lazzari e Léo Saballa Jr. no "Bom Dia Rio Grande" Foto: Instagram / Reprodução / Reprodução

"Ainda estou tentando me adaptar ao novo fuso", conta Léo Saballa Jr, 39 anos, no início do bate-papo. A mudança de rotina foi radical para o apresentador, que desde o dia 23 de junho dá as primeiras notícias do dia para os gaúchos no Bom Dia Rio Grande. Mas para ele, a familiaridade com a equipe do telejornal, que já havia apresentado entre 2014 e 2015, facilitou a adaptação. 

Léo também celebra o reencontro com Simone Lazzari, com quem divide a apresentação no programa.

— O entrosamento com a Simone também já existia, desde os tempos da minha primeira passagem pelo Bom Dia e, depois, na apresentação do Campo e Lavoura juntos. Procuro sempre estar pronto para um novo desafio. Muitas vezes, as mudanças acontecem assim, de repente, e não dá pra deixar passar. Eu queria muito voltar para a apresentação, de modo permanente, e estou muito feliz — conta.

Léo Saballa Jr., apresentador do Bom Dia Rio Grande<!-- NICAID(14826336) -->
Léo conta como está a adaptação aos novos horáriosFoto: Instagram / Reprodução

Feliz e cansado, reconhece ele, que tenta adaptar o relógio biológico à nova rotina:

— A adaptação ao horário é um dos desafios mais difíceis. A mudança é muito grande. Antes, eu ia pra cama depois das 23h, meia-noite. Hoje, preciso ir antes das 22h. De preferência, por volta das 21h30min. Por enquanto, tanto a Maíra (Gatto, sua esposa) como a Malu (filha do casal, cinco anos) têm ido deitar no mesmo horário, porque está frio. A Malu ainda não foi pra aula presencial, está (estudando) de casa. E aí, entra uma dificuldade: como tirar um cochilo em casa, de tarde, com ela falando alto na aula? Já conversei com ela e, aos poucos, ela tem respeitado e conseguido falar mais baixo. Agora, preciso adaptar os horários pra atividade física. Ainda não consegui retomar as corridas direito.

Desafio

Além do Campo e Lavoura e do próprio Bom Dia Rio Grande, Léo ocupou o posto de âncora do RBS Notícias por várias vezes, ao cobrir folgas e férias do colega Elói Zorzetto. Apesar da larga experiência na bancada, ele considera que apresentar o primeiro telejornal do dia é uma experiência ímpar:

— O desafio é virar a chave e se acostumar. O Bom Dia abre muitas possibilidades de apresentação, mais solta, mais informal, com bate-papo. Tem que encontrar o ponto certo de equilíbrio entre a descontração e a seriedade. Saber o momento de rir, fazer uma brincadeira...o público do Bom Dia gosta disso. E ajuda a começar o dia mais leve, né?

Léo Saballa Jr. com a esposa, a jornalista Maíra Gatto, e a filha, Malu<!-- NICAID(14826335) -->
Léo Saballa Jr. posa com a filha e a esposaFoto: Instagram / Reprodução

Acordar de madrugada e ficar duas horas ininterruptas no ar são tarefas fáceis se comparadas a outro desafio do jornalista. Ele admite que sua função mais desafiadora é executada bem longe das câmeras, em casa. Pai de Malu, fruto de seu casamento com a jornalista Maíra Gatto, Léo conta que tem sido complicado entreter a pequena durante a pandemia.

— Entreter a Malu na pandemia é mais desafiador. A gente tem ficado muito tempo em casa, e somos os melhores amigos dela. Mesmo cansados, precisamos parar um pouco pra brincar, contar uma história, interagir... Não é fácil, mas ela exige muita atenção. Não vejo a hora disso tudo acabar, para a gente poder voltar a sair mais, e ela poder brincar mais com outras crianças — finaliza.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros