Um projeto para valorizar os músicos de apoio - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Música02/07/2021 | 15h02Atualizada em 02/07/2021 | 15h02

Um projeto para valorizar os músicos de apoio

Andressa Magedanz, baterista da nova geração, cria iniciativa que pretende destacar artistas que acabam aparecendo menos no palco

Um projeto para valorizar os músicos de apoio Jéssica Brandão / Divulgação/Divulgação
Baterista dá início a projeto solo Foto: Jéssica Brandão / Divulgação / Divulgação

Um dos destaques da nova geração de mulheres da música gaúcha, a baterista Andressa Magedanz usou o período da pandemia para colocar em prática um antigo sonho: criar um projeto que valorizasse os chamados músicos de apoio de uma banda, como bateristas, guitarristas e baixistas. 

Andressa, que faz trabalhos esporádicos com cantores sertanejos e também é baterista da banda Eletro Rádio decidiu se conectar com as duas raízes. Para isso, ela começou a gravar canções que marcaram sua vida, no formato instrumental, com música e bateria em cima. Na estreia, a guria de Lajeado gravou um vídeo com a canção Gravity, hit de John Mayer.

- Queria me reencontrar, me conectar de novo com as minhas raízes. É um projeto que marca uma nova etapa da minha carreira, mostra minha essência. E, com esse trabalho, eu quero bater na tecla do trabalho de qualidade. Vejo uns artistas indo pra um lado, outros indo para outros, mas eu gosto de seguir o meu caminho - afirma a guria, 21 anos, natural de Estrela.

O vídeo, que foi gravado na cidade de Travesseiro, no Vale do Taquari, é o primeiro de uma série que ela pretende gravar. Os trabalhos, ela enfatiza, também darão destaque aos músicos de apoio.

Leia mais
"Minha paixão sempre foi a bateria", diz baterista que começa a chamar atenção no Estado

- As pessoas veem o baterista, como musico de apoio como se ele não fosse um artista. No exterior, é diferente. Acredito que esse projeto me abrirá outra porta, que é o trabalho autoral - afirma. 



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros