Diogo Nogueira faz primeiro show na Capital depois do começo da pandemia - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Música25/11/2021 | 14h00Atualizada em 25/11/2021 | 14h04

Diogo Nogueira faz primeiro show na Capital depois do começo da pandemia

Sambista se apresenta nesta sexta, no Auditório Araújo Vianna

Diogo Nogueira faz primeiro show na Capital depois do começo da pandemia Guto Costa / Divulgação/Divulgação
No palco, Diogo apresenta sucessos e novidades Foto: Guto Costa / Divulgação / Divulgação

Nesta sexta (26), Diogo Nogueira faz seu primeiro show em Porto Alegre desde o começo da pandemia. Será no Auditório Araújo Vianna, mesmo local em que gravou, em agosto de 2019, o disco Ao Vivo em Porto Alegre. Na apresentação, com promoção da rádio 92 (92.1 FM), o carioca apresenta aos gaúchos, fãs de carteirinha de seu samba, o resultado de seu mais recente trabalho, o projeto Samba de Verão, que inclui três álbuns: Sol, Céu e Lua. 

Além disso, prepara-se para ver no palco um Diogo cheio de paixão, sentimento que ele tem feito questão de compartilhar com os fãs nas redes sociais desde que começou a namorar a atriz Paolla Oliveira, em julho. O afeto foi tão arrebatador, que ele compôs uma música para a amada, Flor de Caña, lançada em outubro e que estará no repertório do show. Em entrevista por e-mail, ele se derrete pela musa:

Paolla Oliveira e Diogo Nogueira assumem namoro<!-- NICAID(14844308) -->
Cantor e atriz assumiram relação em julho deste anoFoto: Hugo Gloss / Instagram,Reprodução

Leia mais
Paolla Oliveira afirma que está "quase" morando com Diogo Nogueira
Paolla Oliveira ganha música de presente de Diogo Nogueira: "A mais bonita é ela"
Diogo Nogueira fala sobre a fama de sambista-galã

- Estamos muito felizes por termos nos encontrado. Paolla é uma pessoa incrível, que só me joga pra cima. Ter uma parceira assim faz a vida ficar ainda mais divertida.

Além de cantar a música que fez para Paolla, Diogo desfila um extenso repertório, fruto de mais de 15 anos de carreira, como as recentes Bota pra Tocar Tim Maia, Ouro da Mina, além de uma recente parceria com o sambista Moacyr Luz, que rendeu a faixa Cadê?. Estão previstos ainda hits como Espelho, um dos grandes sucessos de seu pai, João Nogueira (1941 -2000), Pé na Areia, Clareou e Sou Eu.

Relação especial

Na entrevista, Diogo faz questão de destacar o quanto cantar em Porto Alegre é especial, pela sua relação histórica com a Capital: no começo dos anos 2000, o carioca, que tentava a carreira futebolística, morou seis meses por aqui, quando jogou no Cruzeiro, que tinha sua sede em Porto Alegre na época. 

- Adoro Porto Alegre, fiz muitos amigos aí. Voltar para a capital dos gaúchos, depois do show de lançamento do disco Ao Vivo em Porto Alegre, que foi o meu último show em março de 2020, antes do início da pandemia, é uma alegria imensa e uma esperança de que estes tempos difíceis estão indo embora - celebra. 

Por falar em pandemia, Diogo, neste longo período, se destacou pelas lives que fazia de sua casa (que tiveram mais de 12 milhões de visualizações no YouTube) e por conta de suas habilidades culinárias, demonstradas em algumas destas apresentações (ele chegou a lançar um livro digital, inclusive, com suas receitas preferidas).

- Reaprendemos e ressignificamos muitas coisas na nossa vida. Passamos a dar mais valor ao mais simples, quer coisa melhor do que isso? São tempos difíceis, no mundo todo, e no Brasil os desafios sempre são maiores. Fazer as lives foi uma forma de estarmos juntos das pessoas, de trazer um pouco de alegria para todo mundo. E me manter ativo, pensando em novos projetos, compondo gravando músicas novas foi uma forma de me manter vivo - afirma.

No fim da entrevista, ele não resiste e fala novamente sobre Paolla, quando questionado se o amor é um combustível para os compositores:

- A musa inspiradora sempre foi fundamental na história de tantas canções e, muitas vezes, a musa é imaginária. No caso da Paolla, foi para ela mesma, inspirado nela, direto para ela, a mais bonita…

Serviço: 

- O quê: show de Diogo Nogueira com promoção da rádio 92

- Onde: Auditório Araújo Vianna (Avenida Oswaldo Aranha, 685)

- Quando: nesta sexta (26), às 21h

- Quanto: ingressos a R$ 160 (plateia alta lateral), R$ 190 (plateia alta central), R$ 230 (plateia baixa lateral), R$ 310 (plateia baixa central) e R$ 390 (plateia gold), à venda neste link

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros