Carris vai comprar 87 ônibus novos - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Transporte público28/02/2019 | 16h01Atualizada em 26/09/2019 | 17h25

Carris vai comprar 87 ônibus novos

A empresa lançou pregões para aquisição de carrocerias e chassis. Conforme o Diário mostrou, parte da frota circula com idade acima da permitida por lei municipal.

Carris vai comprar 87 ônibus novos Fernando Gomes/Agencia RBS
87 veículos da empresa, como o da foto, circulam há mais de 12 anos, prazo permitido por lei municipal Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

A Carris é a primeira das empresas de ônibus da Capital a anunciar renovação das "frotas vencidas". No Diário Oficial de Porto Alegre desta quinta-feira (28), a empresa pública lançou dois editais para aquisição de 87 novos veículos. 

Leia mais
Mais de 80 ônibus da Carris são mais velhos do que o permitido pela lei municipal
Além da Carris, outras quatro empresas têm ônibus "vencidos" em Porto Alegre
Calor, barulho e sujeira: a experiência de andar nos "ônibus vencidos" da Carris

Foram publicados dois pregões, um para compra das carrocerias e outro para aquisição dos chassis. Conforme a Carris informou, em nota, este modelo de pregão pretende permitir uma "maior concorrência entre as marcas, possibilitando à companhia a aquisição com valor final mais atrativo". Com a compra, a empresa passará a ter aproximadamente 80% da frota com ar condicionado e 86% com acessibilidade. 

A necessidade de renovação da frota da 87 ônibus da Carris e 17 veículos dos consórcios privados foi exposta pelo Diário Gaúcho durante os meses de janeiro e fevereiro. Conforme a reportagem apurou, veículos das empresas estavam rodando já há 13 anos. Conforme a lei municipal, os ônibus comuns — aqueles não articulados e movidos a diesel — só podem rodar por 12 anos. O Diário chegou a testar alguns ônibus vencidos da Carris. De quatro veículos nos quais a reportagem andou, três foram retirados de circulação após vistoria da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Zero quilômetro

Segundo a nota da Carris, os novos ônibus devem ter 2019 como ano de modelo e fabricação, sendo zero quilômetro. Também serão do tipo urbano convencional — com portas de entrada e saída —, sistema de ar-condicionado e acessibilidade. Contudo, a realização das licitações depende do sucesso das negociações da Carris para conseguir empréstimos, o que, de acordo com o comunicado, tem sido dificultado em razão da "situação financeira da empresa".

A abertura das propostas enviadas pelas empresas será no dia 25 de março, tanto para compra dos chassis quanto para as carrocerias. Ainda não há previsão para que os novos carros entrem em circulação. Já os 87 "carros vencidos" serão vendidos pela Carris para outras empresas. Isso porque muitos municípios não têm limite de idade para circulação dos ônibus.

Atualmente, a empresa pública conta com uma frota de 347 veículos. Destes, 70% têm acessibilidade e 60% são dotados de ar-condicionado. Por dia, a companhia faz 2,9 mil viagens, transportando 155 mil passageiros e percorrendo 55 mil quilômetros.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros