Magali Moraes e o dente quebrado - Notícias

Versão mobile

 
 

Coluna da Maga30/04/2021 | 09h00Atualizada em 30/04/2021 | 09h00

Magali Moraes e o dente quebrado

Colunista escreve às segundas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e o dente quebrado Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Sempre tem uma primeira vez, né? A gente imagina que pode quebrar um dente mordendo sem querer um osso de costela. Capaz! Fui jantar uma saladinha e senti um creck diferente. Alguma coisa tinha saído do lugar. Peguei aquela lasca estranha na mão e até achei que fosse um pedacinho de castanha ou amendoim misturados na salada. Era dente, isso sim. Um pedaço de mim. Mas o estrago havia começado antes. Comendo um inofensivo mamão com granola no lanche da tarde, notei algo suspeito.

Nessas horas, passar a língua nos dentes é o melhor detector. Se os olhos não enxergam nada de incomum, o tato percebe. Verdade verdadeira? A culpa mesmo é do bruxismo. O horrível (e incontrolável) hábito de ranger os dentes dormindo por causa do estresse acumulado. É tipo assim um pesadelo acontecendo dentro da boca, não importa se estamos sonhando ou não. Nosso corpo dá um jeito de descarregar a tensão. O bruxismo faz os dentes brigarem entre si, afinando, trincando e quebrando. 

Leia outras colunas da Maga 

Família

Já contei aqui que sou neta, filha, irmã e cunhada de dentistas. Entendeu como é um assunto sério na família? Dentes originais de fábrica são bens valiosos. Pedem cuidados e boa escovação. Por sorte o estrago aconteceu em um dente lá atrás. Não aparece pros outros, mas aparece pra mim. Ao longo da vida, ganhei várias cicatrizes na pele. Já me acostumei com elas. Com esse pedaço de dente, a história é outra. Foi e não volta, vai fazer falta. Será recauchutado com perfeição. Porém é fake news. 

Cá estou eu, com cimento provisório no lugar onde existia a minha saudosa lasca de dente. Queria arrumar tudo na mesma hora. Não é bem assim, tem que esperar pra não aumentar o trauma. Dar tempo ao tempo. Enquanto isso, vou mastigando de ladinho. Cuidando até pro travesseiro não apertar a bochecha. Como faz pra relaxar sabendo que o resto do dente pode quebrar mais? Opa! Respira. Olha o estresse aí. Santa plaquinha de bruxismo. Santos dentistas maravilhosos que eu tenho. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros