Magali Moraes: namorar no dia a dia - Notícias

Versão mobile

 
 

Coluna da Maga14/06/2021 | 09h00Atualizada em 14/06/2021 | 09h00

Magali Moraes: namorar no dia a dia

Colunista escreve às segundas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes: namorar no dia a dia Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Sábado passado foi o Dia dos Namorados, e a maioria dos casais que eu conheço postou foto apaixonada nas redes sociais. Tem mais é que comemorar todas as formas de amor, sem se preocupar tanto assim com o presentear. Mas como fica o dia a dia? Será que estamos conseguindo namorar de segunda a sexta? Com sorte, só no sábado e domingo? Ou trabalhamos cada vez mais, e mal sobra tempo pra isso? No corre-corre, vai lembrar de olhar nos olhos, de dizer que ama, de fazer carinho?

É fato que essa pandemia terminou com muitos relacionamentos. O convívio em casa aumentou, o tédio chegou, a paciência acabou, a cumplicidade abalou, o distanciamento (super necessário) isolou. Notícias ruins em excesso afetam o nosso humor. A gente se entristece com a tristeza de quem perdeu familiares e amigos pra covid-19. Haja saúde mental pra manter a positividade. Sem falar que muitos perderam o emprego, e o amor nem sempre sobrevive à falta de dinheiro. Cadê o clima pra namorar? 

Leia outras colunas da Maga

Momentinhos

A boa notícia é que eu não desisto fácil. Quem vive um relacionamento longo sabe como é fundamental criar momentinhos pra namorar. A rotina vai tentar sabotar esse amor. Vai nos lembrar dos boletos, e não de beijar. Em vez de botar lenha na fogueira, vai jogar balde de água fria. Vem cá, e se o frio inspirar o romance em plena segunda-feira? Um pé gelado que encontra um pé quentinho embaixo do cobertor. O braço que estende por cima do travesseiro e convida a se aninhar ali.  

Não é porque o Dia dos Namorados passou que vamos deixar pra lá o gostoso hábito de namorar. Uma paradinha pra conversar, ver série bem pertinho no sofá, dividir uma bergamota, abrir um vinho, fazer planos, sonhar junto, oferecer algo raro hoje em dia: nossa atenção plena. É no dia a dia que o amor se fortalece. A vida anda tensa demais. E a gente desperdiça muita energia com bobagens. Bora namorar mais. Que seja amor novo ou antigo. Dia dos Namorados é quando você quiser.  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros