Com time renovado, "The Voice Kids" estreia sexta temporada - Entretenimento

Versão mobile

 
 

"Fofurômetro" preparado04/06/2021 | 15h13Atualizada em 04/06/2021 | 15h13

Com time renovado, "The Voice Kids" estreia sexta temporada

Programa vai ao ar a partir deste domingo, dia 6

Com time renovado, "The Voice Kids" estreia sexta temporada Fabio Rocha / Divulgação/Divulgação
Time completo para a sexta temporada Foto: Fabio Rocha / Divulgação / Divulgação

"Seja muito bem-vindo à família The Voice Kids!". 

Foi assim, com o carisma que o público já conhece, que Thalita Rebouças recebeu o novo apresentador da atração, Marcio Garcia, na entrevista coletiva da nova temporada.

O programa, que vai ao ar a partir deste domingo (RBS TV, 14h20min), traz novidades em boa parte de sua formação. Thalita segue nos bastidores, apresentando os candidatos – de nove a 15 anos – e tentando amenizar um pouco o nervosismo de cada um antes de pisar no palco. Durante as apresentações, as famílias seguem na torcida, de forma remota, por conta da pandemia. Mas a emoção é um ingrediente que segue firme e forte, e não há protocolos que limitem as lágrimas a cada nota entoada pelos pequenos cantores.

A inovação dá o tom da sexta temporada. Além de Marcio, que comanda o reality show musical pela primeira vez, as cadeiras mais famosas do país ganham novos integrantes: Michel Teló e Gaby Amarantos juntam-se a Carlinhos Brown, e Ana Clara apresenta programas especiais no Globoplay, com estreia prevista para o dia 11 no streaming.

Paternidade ajuda

Marcio Garcia, The Voice Kids<!-- NICAID(14796232) -->
Marcio estreia no comando da atraçãoFoto: Fábio Rocha / TV Globo,Divulgação

Marcio Garcia pisa no palco do The Voice Kids pela primeira vez, mas tem na bagagem a experiência de ser pai de quatro filhos – Pedro, 17 anos, Nina, 15, Felipe, 12, e João, sete. Por conta disso, ele reconhece a responsabilidade ao empunhar o microfone da disputa, já que estão em jogo os sonhos de crianças e adolescentes.

Mas não é só em casa que Marcio tem experiência com a criançada. No início dos anos 2000, ele comandou o Gente Inocente, programa que trazia um elenco de pequenos grandes talentos, que impressionavam pelas performances artísticas e sabatinavam famosos com perguntas surpreendentes.

Ele revela que o antigo programa o motivou a ter uma família numerosa:

— Brinco que tive tanto filho por causa do programa. Antes, a gente tratava a criança como fofinha, com "guti guti". Não pode ser assim. Tratamos de igual para igual, é o papo que eu sempre tive com os meus filhos.


Rumo ao hexa?

the voice kids, Michel Teló ( Técnico ).<!-- NICAID(14800019) -->
Especialista em treinar campeõesFoto: Fábio Rocha / TV Globo/Divulgação

Michel Teló é um verdadeiro fenômeno na edição adulta do The Voice. Das seis temporadas das quais participou, venceu cinco. O pentacampeão agora empresta seu conhecimento aos pequenos talentos. 

Na bagagem, a tarimba de quem começou a cantar aos sete anos e, aos 14, já tinha montado seu primeiro estúdio.

— Quero passar para eles como foi para mim quando criança. Como acreditei e como me dediquei à música — conta o sertanejo.

Teló ressalta que não vê diferença em instruir adultos ou crianças. A dedicação e os sonhos são os mesmos, não importa a idade:

— Acredito que a abordagem não muda muito. São crianças e adolescentes, mas é impressionante como eles são antenados. Acho que a conversa com eles é de igual para igual. Estão muito receptivos para aprender.

Pai de Melinda, quatro anos, e Teodoro, três, frutos da união com a atriz Thais Fersoza, o cantor conta que sempre assistiu ao The Voice Kids com a família, e que seus filhos são fãs do programa. Agora,ele se prepara para emprestar seu lado paternal aos futuros pupilos:

— No meu trabalho como técnico, me coloco muito como pai e ser humano. Também tive esse sonho quando era criança. Então, é impossível não me pôr no lugar deles. Ficamos muito tristes quando nenhuma cadeira vira, por exemplo, mas uma hora vai afunilando, faz parte do jogo. A gente continua incentivando e dando acolhimento sempre.


Identificação

the voice kids, Gaby Amarantos ( Técnica ).<!-- NICAID(14800017) -->
Gaby comemora o retorno ao programaFoto: Fábio Rocha / TV Globo/Divulgação

Gaby Amarantos não é exatamente uma estreante no reality show. Em 2013, atuou como assistente de Lulu Santos na fase das batalhas na versão adulta do The Voice. Desde lá, a paraense acalentava o sonho de pisar novamente no palco do programa.

— Eu me emocionei e me arrepiei diversas vezes e sempre pensei que seria incrível poder voltar. Deus ouviu minhas preces! — comemora.

Mãe de Davi, 11 anos, Gaby também participou ativamente da criação de dois sobrinhos. O lado mãezona deve aflorar ainda mais durante as apresentações do The Voice Kids. A cantora espera ainda uma conexão com sua própria infância, da qual tem lembranças inesquecíveis.

— Lembramos muito da nossa experiência e não tem como não lembrar dos filhos da gente. Além disso, em algum momento, eu senti estar falando para a minha criança também, de quando eu sonhei com a música — lembra Gaby, que completa:

— Tento trazer esse meu lado maternal, um pouco de fada madrinha, e ajudar a realizar um sonho e aprender junto.


Experiência de sobra

the voice kids, Carlinhos Brown ( Técnico ).<!-- NICAID(14800018) -->
Show de simpatia e talentoFoto: Fábio Rocha / TV Globo/Divulgação

Presença confirmada desde os primórdios do The Voice, em 2012, Carlinhos Brown esbanja simpatia e orgulho ao falar sobre o Kids. Paizão de sete filhos, tem experiência de sobra no trato com os pequenos. Ele destaca a importância do programa na trajetória dos jovens talentos e garante que tem muito a aprender com quem está começando na carreira:

— É muito gratificante ver os pequenos conquistando aquilo que sonham. Nosso papel como técnicos é orientar e tornar aquilo uma experiência que vai melhorar a vida daquela criança, independentemente do resultado da competição. Ser pai ajuda a ter essa sensibilidade na hora de conviver com esses jovens artistas.

Brown frisa a importância de competições como esta na trajetória dos novos cantores, principalmente no que condiz à aceitação ou rejeição, a aprender a lidar com o "não" e o "sim" ao longo da vida. O artista ressalta, no entanto, a maturidade das crianças no palco, mesmo quando as cadeiras não viram.

— Criança não tem defeito, criança tem efeito — finaliza.

Em todas as telas

— A partir do dia 11, o canal a cabo Gloob passará a reprisar os programas exibidos no domingo. A atração vai ao ar nas sextas-feiras, às 22h.

— Também às sextas, no Globoplay, a apresentadora Ana Clara receberá técnicos, candidatos e outros convidados especiais. A turma irá reagir aos melhores momentos do programa anterior e conferir os memes e comentários relacionados à atração.

Ana Clara vai comandar especial do The Voice Kids<!-- NICAID(14797408) -->
Ana Clara se junta à família "The Voice"Foto: Instagram Ana Clara / Reprodução

— No Instagram, o perfil @thevoicebrasil será atualizado com as novidades do reality. No site do Gshow (gshow.globo.com), o público terá acesso a vídeos, a matérias exclusivas e às playlists.

As fases

— O programa começa com as audições às cegas, que terá 72 candidatos aprovados: 24 em cada time. Carlinhos Brown, Gaby Amarantos e Michel Teló viram as cadeiras para suas vozes favoritas. Se mais de um técnico virar, o jovem cantor escolhe com quem prefere trabalhar.

— Na fase das batalhas, os times são divididos em trios. Apenas uma voz segue no programa, e as outras duas são eliminadas. Restam, ao final, oito integrantes em cada time.

— Em dois programas, ocorre o tira-teima, com os participantes divididos em grupos de quatro. O técnico salva duas vozes de cada grupo. Assim, seguem quatro de cada time.

— Nos shows ao vivo, os jovens se apresentam individualmente, e o público tem o direito de votar em seus favoritos. Nas quartas de final, três integrantes de cada equipe são escolhidos e passam para a semifinal que, por sua vez, elege dois cantores por técnico para a grande final. Os seis finalistas sobem ao palco em um grande show, com a participação dos técnicos em apresentações especiais.

— O vencedor ganha um prêmio de R$ 250 mil, o gerenciamento de carreira e um contrato com a gravadora Universal Music.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros