Cacalo: finalmente é dia de jogo - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Tricolor09/04/2021 | 09h00Atualizada em 09/04/2021 | 09h00

Cacalo: finalmente é dia de jogo

Grêmio encara o Independiente del Valle no Paraguai

Cacalo: finalmente é dia de jogo Lucas Uebel / Grêmio, divulgação/Grêmio, divulgação
Luiz Fernando (E), Guilherme Guedes (C) e Felipe (D) se juntaram à delegação do Grêmio, no Paraguai Foto: Lucas Uebel / Grêmio, divulgação / Grêmio, divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Diante de tantas incidências, adiamentos, mudança de país, enfim, tantos fatos causados pela covid-19, parece que na noite desta sexta-feira teremos o jogo do Grêmio pela Libertadores contra o Independiente del Valle. 

E o Tricolor vai a campo totalmente mutilado, não fosse em decorrência do vírus, mas também por lesões típicas de jogo. Desta forma, com todas estas dificuldades, mais três atletas deixaram Porto Alegre e foram se juntar à delegação, no Paraguai. E neste grupo foi mais um lateral-direito, considerando que Victor Ferraz estava quase afastado e veio a ser atacado pelo vírus, que Leonardo Gomes está há mais de um ano fora de jogo, que o atual titular Vanderson também foi acometido da covid e Rafinha ainda não está pronto para jogar. Refiro-me a Felipe Albuquerque, também jovem, que esteve no Brasil-Pel, na temporada passada. Numa partida de tamanha importância, o Grêmio vai com uma equipe desentrosada e com pouca experiência na sua maioria. 

Leia mais
Como será a participação de Renato Portaluppi no jogo do Grêmio contra o Independiente del Valle
Médico do Grêmio reforça confiança nos protocolos e afirma: "Não nos sentimos pressionados"
FGF confirma datas e horários dos jogos da 10ª rodada do Gauchão

É sabido que não confio e tenho sempre muitas críticas à CBF e a Conmebol e tudo de mal feito que lá tem origem não me surpreende. A FGF, depois que mudou sua direção, vem trabalhando com independência e autonomia, salvaguardando os interesses do futebol gaúcho. Mas, reconheço, não teve outra alternativa que não fosse empilhar jogos gremistas na semana próxima pela falta de datas e acúmulo com Libertadores. No entanto,, considero inadequado um clube disputar partidas de 48 em 48 horas, mesmo com toda essa pandemia.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros