Cacalo: muito obrigado, ídolo Renato - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Tricolor16/04/2021 | 09h00Atualizada em 16/04/2021 | 09h00

Cacalo: muito obrigado, ídolo Renato

Treinador deixou o comando do Grêmio nesta quinta-feira

Cacalo: muito obrigado, ídolo Renato Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Renato estava no Grêmio desde 2016 Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

A troca de um técnico sempre se dá por múltiplos motivos. Não bastam eventuais maus resultados para que isso ocorra. Renato, em todo o período que esteve no Grêmio nesta terceira passagem, acumulou muito mais vitórias e virtudes. Reconheço que, ultimamente, a equipe não vinha desenvolvendo um bom futebol. Não creio, no entanto, que o técnico possa ser responsabilizado isoladamente pelos maus momentos Caso contrário, o novo treinador perdendo duas ou três partidas deverá ser trocado. 

Consumada a saída, cabe questionar a avaliação que foi feita do trabalho do profissional. Há poucos dias, renovou contrato. Renato ganhou títulos com Arthur, Douglas, Luan em plena forma, Marcelo Grohe voando, Geromel e Kannemannn esbanjando categoria, e Everton jogando demais. Posso ter esquecido alguém, mas aparentemente as reposições não foram do mesmo nível, embora sejam bons jogadores. Isso explica muita coisa. 

Leia mais
Os erros e acertos de Renato Portaluppi em sua terceira passagem pelo Grêmio
Renato Portaluppi deixa o cargo de técnico do Grêmio
As características buscadas pelo Grêmio para definir o substituto de Renato Portaluppi

Agora, a troca do técnico envolve muitas decisões internas. Espero que a direção tenha convicção na contratação de outro profissional, valendo-se de conhecimento e criatividade, sem sair pelo mercado fazendo questionamentos sobre este ou aquele, o que significaria falta de convicção. 

Como gremista, só tenho que agradecer a Renato. Entregou-se com todas as suas forças visando o fortalecimento do Grêmio e não foi por falta de empenho que vieram maus resultados. Será eternamente nosso ídolo, a estátua permanecerá em seu lugar e, além de desejar-lhe muita sorte no futuro, espero também que rapidamente se livre deste vírus que o atingiu. Muito obrigado por tudo, Renato, e até breve. Saúde e felicidades.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros