Guerrinha: troca de comando no vestiário do Grêmio pode demorar mais do que o torcedor gostaria - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Renovação17/04/2021 | 07h00Atualizada em 17/04/2021 | 07h00

Guerrinha: troca de comando no vestiário do Grêmio pode demorar mais do que o torcedor gostaria

Por melhor que seja o novo contratado, será necessário um período de adaptação

Guerrinha: troca de comando no vestiário do Grêmio pode demorar mais do que o torcedor gostaria André Ávila / Agencia RBS/Agencia RBS
Time principal foi eliminado da Libertadores e perdeu o técnico mais longevo do futebol brasileiro Foto: André Ávila / Agencia RBS / Agencia RBS

Não é simples como parece. Essa troca de comando do vestiário do Grêmio não significa que tudo vai estar no seu devido lugar em pouco espaço de tempo, como podem imaginar alguns torcedores.

Quem assumir o cargo, vai precisar conhecer os jogadores no dia a dia, encontrar os seus titulares, a melhor forma de jogar, além de dar confiança para todos. Confiança esta, que ficou abalada com a eliminação da Libertadores e sempre causa alguns prejuízos dentro de campo, como já aconteceu várias e várias vezes com os nossos clubes.

Leia mais
Com Tiago Nunes como plano A, Grêmio pretende anunciar técnico e vice de futebol em breve
Deputado diz que Romildo aceitou ser candidato a governador em 2022; presidente do Grêmio e dirigente do PDT negam
Como foram os jogos seguintes do Grêmio após as últimas eliminações


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros