Luciano Périco: o importante passo do Grêmio rumo à final do Gauchão - Grêmio - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Gigante da Galera03/05/2021 | 08h17Atualizada em 03/05/2021 | 08h17

Luciano Périco: o importante passo do Grêmio rumo à final do Gauchão

Tricolor bateu o Caxias no primeiro duelo e chega em vantagem para decidir na Arena

Luciano Périco: o importante passo do Grêmio rumo à final do Gauchão Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Diego Souza marcou os dois gols gremistas no Centenário Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação

Caxias e Grêmio fizeram um duelo intenso e equilibrado no Centenário. O Tricolor largou na frente com Diego Souza. Acomodado com a vantagem no placar, o time de Tiago Nunes cedeu espaço. O Caxias chegou a marcar um primeiro gol, em um chutaço de Tontini, lance anulado pelo árbitro Vinicius Amaral com auxílio do VAR, por um toque de mão de Giovane Gomez.

O time da Serra buscou o empate ainda nos acréscimos da etapa inicial. Após uma cobrança de escanteio, Rafinha deu uma casquinha para trás, sobrando para Marlon, com toda a liberdade, botar na rede.

A primeira grande chance do segundo tempo foi da equipe de Rafael Lacerda. Brenno salvou a cabeçada de Thiago Sales. De novo, a bola aérea da defesa gremista mostrou dificuldades. As primeiras trocas colocadas por Tiago Nunes, entradas de Maicon e Luiz Fernando, deram novo fôlego ao Grêmio, que voltou a igualar o confronto. Na sequência, o camisa 8 fez uma baita jogada de qualidade com Jean Pyerre e Diego Souza. Maicon quase marcou. Marcelo Pitol acabou salvando o Caxias.

Leia mais
Com dois gols de Diego Souza, Grêmio bate o Caxias e larga em vantagem na semifinal do Gauchão
Ferreira defende marcação de pênalti e comemora resultado diante do Caxias: "Vitória importante"
Ouça os gols da vitória do Grêmio sobre o Caxias

A vantagem definitiva do Tricolor veio com um pênalti marcado sobre Ferreira, um pisão de Matheuzinho, com interferência do VAR. Na entrevista coletiva, Lacerda reclamou bastante das decisões da arbitragem durante os 90 minutos. Diego Souza bateu com perfeição fazendo 2 a 1. O goleador chegou a marca de onze gols em dez jogos em 2021.

Jean Pyerre teve bastante tempo a bola no pé. Acertou bastante. Mas esteve um pouco longe da grande área adversária. Com isso, Matheus Henrique avançou mais. O volante ainda está longe do melhor futebol.

Ferreira se apresentou como uma opção nas jogadas de ataque. Vale destacar a atuação de Ruan, que se firma como um opção imediata para a zaga. Sem saldo qualificado no regulamento, se o Caxias vencer por qualquer marcador com um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis. O Tricolor joga pelo empate. E se decidir o Gauchão, pela soma de pontos, a partida final será na Arena, independente do adversário.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros