Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de três enteadas em Esteio - Polícia

Versão mobile

 
 

Região Metropolitana09/04/2021 | 07h00Atualizada em 09/04/2021 | 07h00

 Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de três enteadas em Esteio

Polícia afirma que o padrasto teria cometido várias vezes o mesmo crime quando as vítimas tinham entre sete e nove anos

Um homem foi preso nesta quinta-feira (8) suspeito de estupro de vulnerável em Esteio, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Civil, ele teria abusado sexualmente de três enteadas por vários anos. Os crimes começaram, de acordo com as investigações, quando duas das irmãs tinham sete anos e outra, nove. Os agentes também apuram a conduta da mãe das meninas.

De acordo com o delegado Thiago Carrijo, da DP de Esteio, o homem não tinha mais residência fixa e ficava em três lugares diferentes — foi preso em um deles, uma casa na cidade. Carrijo argumenta que a prisão pode ter evitado outros casos, uma vez que o suspeito frequentava várias residências.

Leia mais
Menina de 13 anos é encontrada morta com sinais de violência sexual em Bom Princípio
Homem é condenado a 19 anos de prisão por cárcere privado e estupro de ex-companheira
Mulher mantida em cárcere privado é resgatada após escrever pedido de ajuda em prontuário médico em Cidreira

De acordo com as investigações, os crimes começaram há cerca de oito anos e aconteceram progressivamente até 2019. Uma das vítimas, que agora tem 18 anos, denunciou o suspeito à polícia. O suspeito também teria tentado, de acordo com Carrijo, molestar outras duas enteadas, que ainda são crianças, nos últimos dois anos. Os nomes das vítimas não serão divulgados pelas autoridades para não expor as pessoas envolvidas, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Carrijo lembra que os problemas psicológicos decorrentes de situações de abuso tornam, muitas vezes, esses crimes difíceis de denunciar para as autoridades. Denúncias anônimas sobre casos de abuso podem ser encaminhadas para a Polícia Civil pelo telefone (51) 3425 9056, pelo WhatsApp (51) 984590259 ou pelo site da corporação.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros