Crateras em rua de Porto Alegre começaram a ser fechadas após dois anos de espera - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso21/09/2016 | 08h36Atualizada em 21/09/2016 | 08h36

Crateras em rua de Porto Alegre começaram a ser fechadas após dois anos de espera

Canalização foi consertada e a repavimentação deve ser feita nesta quarta-feira

Crateras em rua de Porto Alegre começaram a ser fechadas após dois anos de espera Mateus Bruxel/Agencia RBS
Uma das crateras da Rua Guilherme Alves Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Depois de conviver durante dois anos, diariamente, com duas crateras na calçada da Rua Guilherme Alves, próximo ao número 1.686, no Bairro Partenon, em Porto Alegre, os moradores viram uma faísca de esperança nascer no dia 15 deste mês.

Uma equipe do Departamento de Esgotos Pluviais (Dep) esteve no local para o realizar o que parecia ser a solução. Entretanto, após mexerem nos buracos com uma retroescavadeira, acabaram quebrando ainda mais o passeio de pedestres e estourando uma canalização pertencente ao Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae).

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Moradora da Guilherme Alves desde 1974, a aposentada Dóris Mielke, 69 anos, acompanha o problema desde o início e conta que, apesar da iniciativa, a situação piorou.

— Ao expor os canos, descobrimos que tudo embaixo da calçada está oco. O Dep me disse que a rede é muito antiga e que, por isso, é preciso reconstruí-la, mas que isso é responsabilidade do Dmae — diz ela.

Solicitações

Para complicar, uma terceira cratera foi aberta durante o serviço do Dep e esgoto ficou vazando. De acordo com Dóris, o órgão apenas colocou terra em cima dos buracos, sem realmente fechá-los.

— Desse jeito, com a primeira chuva vai voltar tudo a ser como antes. É lamentável — queixa-se a aposentada.

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

No dia 16, o Dep retornou à rua para vistoriar os estragos. Após analisarem, informaram que encaminhariam a parte que compete ao Dmae para que o órgão resolvesse e que, de 15 a 20 dias depois, fechariam definitivamente os buracos.

Leia mais
Trabalho escolar descobre vazamento em sistema da Corsan de Barão do Triunfo
Elza aguarda há dois anos para operar hérnia de disco com urgência 

Perigo

Segundo Dóris, a rua é moradia de muitos idosos e, principalmente por isso, não se pode esperar tanto tempo para resolver essa situação. Inclusive, uma pessoa já caiu em um dos buracos e precisou ser socorrida pelos moradores.

— Já estava perigoso antes. Agora, que abriram as calçadas ainda mais, agravou a situação. Espero que não demore mais dois anos para consertarem — pede Dóris.

Além de Dóris, muitos vizinhos já registraram reclamação por meio do Fala Porto Alegre, telefone 156. E a aposentada garante:

— Enquanto não solucionarem, eu vou continuar ligando.

Conserto marcado para hoje

O Departamento de Esgotos Pluviais (Dep), por meio de sua assessoria de imprensa, informou ao Diário Gaúcho que a rede foi reconstruída no dia 16 de setembro. Segundo o órgão, não possui pendências de serviço sob sua responsabilidade.

O Dmae também afirmou que a tubulação pertencente ao órgão foi consertada e que a repavimentação da rua tem previsão de ser executada hoje.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • edsonnemoto

    edsonnemoto

    edson nemotoNovas regras passarão a valer para trabalhadores com idade até 50 anos https://t.co/YugE6YaqVT via @diario_gauchohá 8 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros