Falta de iluminação em acesso de Porto Alegre gera insegurança em moradores - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso29/09/2016 | 08h27Atualizada em 05/10/2016 | 11h24

Falta de iluminação em acesso de Porto Alegre gera insegurança em moradores

A Smov garantiu que uma nova estrutura deve ser colocada na semana que vem

Falta de iluminação em acesso de Porto Alegre gera insegurança em moradores Leiror DG/Arquivo Pessoal
Foto: Leiror DG / Arquivo Pessoal
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

No acesso que liga as ruas Alberto Mendes Júnior e José Pereira Borba, Bairro Protásio Alves, Zona Norte de Porto Alegre, um pequeno cilindro de ferro escondido na grama foi o que sobrou de um poste que iluminava o local.

A estrutura foi retirada junto com a luminária, no final do ano passado, deixando o local escuro e perigoso.

Segundo a secretária Lara Tabela, 44 anos, que mora em uma casa ao lado da passarela, na Rua José Pereira Borba, a iluminação da região é precária e piorou depois que o único poste que iluminava a passagem foi retirado. Isso porque, além de as lâmpadas serem fracas, a região fica próxima à parte arborizada do Parque Chico Mendes.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

— É uma região bem "largada" — avalia a moradora.

Ela conta que, há cerca de dois anos, a lâmpada do poste que ficava no acesso começou a queimar com frequência. Lara registrou reclamação na prefeitura, mas o local ficou sem luz por pelo menos 90 dias, antes de o poste sumir.

Medo da violência

— Um dia, o pessoal da prefeitura veio aqui e consertou a lâmpada. Minutos depois, notei que estava tudo escuro de novo. A equipe da prefeitura explicou para o meu marido que ia tirar o poste para substituir por outro, só que nunca fizeram isso — conta Lara.

Há cerca de 30 dias, Lara instalou uma câmera de monitoramento em sua casa para tentar intimidar as pessoas que, se valendo da escuridão e do mato alto, abandonavam animais no local. Também o medo da violência motivou a decisão. Desde que colocou a câmera, ela já testemunhou pelo menos dois assaltos. Os crimes acontecem principalmente no outro lado da via, na Rua Alberto Mendes Júnior, onde mora a aposentada Jalma Gomes, 71 anos.

— Eles assaltam na parada de ônibus que fica perto da passarela e correm para o Parque Chico Mendes — conta Jalma, que mora há 30 anos no local.

Leia mais
Medo que poste caia e cause uma desgraça faz moradores do Mario Quintana agirem no improviso
Vazamento de esgoto foi consertado, mas calçada ficou quebrada em rua de Porto Alegre


Tanto Lara quanto Jalma relatam que já registraram protocolos na prefeitura, pedindo uma solução.

— Quando a gente telefona, eles dizem que o serviço foi concluído. Mas não foi — queixa-se a aposentada.

Prefeitura promete troca de estrutura em uma semana

A Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) informou que só tomou conhecimento do fato no dia 28 de agosto, por meio de protocolo registrado no sistema 156. De acordo com a Smov, técnicos estiveram no local nesta quarta-feira e averiguaram que o poste de iluminação pública sofreu com a deterioração do tempo, aliada a atos de vandalismo. A Smov afirmou que o poste foi retirado pela própria prefeitura em visita anterior, mas não soube dizer o dia em que isso foi feito.

A secretaria garantiu que uma nova estrutura deve ser instalada na próxima semana.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diariomensajero

    diariomensajero

    El MensajeroComienza hoy la Fiesta Nacional del Gaucho https://t.co/axCc5139UShá 1 horaRetweet
  • Duducker

    Duducker

    Eduardo Beckerhttps://t.co/0E5hrPnGXN via @diario_gauchohá 1 horaRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros