Atraso no pagamento do aluguel social por parte do Demhab coloca família em situação de despejo - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso05/10/2016 | 08h37Atualizada em 05/10/2016 | 08h37

Atraso no pagamento do aluguel social por parte do Demhab coloca família em situação de despejo

Proprietário da casa terá que despejar os inquilinos se os atrasos não forem regularizados 

Atraso no pagamento do aluguel social por parte do Demhab coloca família em situação de despejo Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Hoje, completam-se quatro meses desde que Márcio André Labatut, 32 anos, deixou de receber o aluguel por uma casa de três cômodos no Bairro Restinga, Zona Sul de Porto Alegre.

Desde março, ele loca a peça para um casal beneficiário do aluguel social do Departamento Municipal de Habitação (Demhab). No entanto, em julho, os R$ 400 que entravam por mês direto na sua conta deixaram de aparecer.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Complemento

Cobrador de ônibus, Márcio depende do aluguel para complementar a sua renda. Sem o dinheiro, fica difícil pagar as contas. O total da dívida do Demhab, até agora, é de R$ 1,8 mil.

O casal se tornou beneficiário do aluguel social após ter sido removido pela prefeitura do local onde morava. Agora, os dois correm o risco de ficar sem lar mais uma vez.

Para regularizar a sua situação financeira, Márcio pretende despejá-los e alugar a residência a alguém que possa pagar.

— Se, até o final dessa semana, o problema não for resolvido, vou ter que mandar eles saírem. Entendo a situação, mas o que posso fazer? Vou ter que botar as pessoas na rua porque o Demhab não paga o aluguel social — lamenta o dono do imóvel.

No dia 21 de setembro, após sucessivos telefonemas ao departamento para entender a razão do atraso, locador e inquilinos foram até a sede do órgão para resolver a situação. Como resposta, ouviram apenas que a questão estava no setor jurídico.

Leia mais
Região de Porto Alegre que está em obras causa transtornos no trânsito há quatro meses
Ponte que liga Porto Alegre a Alvorada representa perigo para pedestres e motoristas

Extrato zerado

A atendente pediu o telefone de cada um e disse que daria retorno. Quase 15 dias depois da visita, ninguém recebeu explicações. E o extrato bancário de Márcio segue zerado.

O Diário Gaúcho tentou falar com Carla Janaína dos Anjos, beneficiária direta do aluguel social, mas não teve retorno.

Ocupação gerou atraso

A ocupação da sede do Demhab por movimentos sociais entre julho e agosto é a razão alegada pelo órgão para a demora, de acordo com a assessoria de comunicação. Segundo o departamento, as atividades foram paralisadas, nesse período, por ordem do prefeito José Fortunati.

Outros beneficiários do aluguel social foram prejudicados, mas o Demhab não precisou, à reportagem, quantos são na cidade. A assessoria informou que a situação será normalizada nos próximos dias.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • uffizicom

    uffizicom

    Uffizi Comunicação#NAMÍDIA Vaga para PCD's no Wallmart, cliente Uffizi, é destaque no Diário Gaúcho https://t.co/LO6SX8UtFqhá 1 horaRetweet
  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário GaúchoUma gaúcha deixa o programa e outra segue na disputa do #TheVoiceBrasil https://t.co/DSCYAwEICp https://t.co/7Jph2IupUBhá 2 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros