A história das gêmeas com cor de pele diferente - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Fofuras24/01/2017 | 19h23Atualizada em 24/01/2017 | 20h15

A história das gêmeas com cor de pele diferente

Uma é branca e tem olhos azuis, a outra é negra e de olhos castanhos

A história das gêmeas com cor de pele diferente Reprodução / Facebook / Whitney Meyer/Facebook / Whitney Meyer
Foto: Reprodução / Facebook / Whitney Meyer / Facebook / Whitney Meyer

É possível que você conheça famílias em que haja irmãos negro e branco, como a de duas bebês de Quincy, em Illinois, nos Estados Unidos. Só que, no caso delas, há uma particularidade: são gêmeas. Kalani, à esquerda, é branca e tem olhos azuis. Jarani, à direita, é negra e tem olhos castanhos.

— No início, quando elas nasceram, eu queria acreditar, mas é tão raro que eu não achei que isso aconteceria com meus gêmeos! Mas com certeza elas são gêmeas birraciais — disse a mãe ao canal de TV KHQA.

Leia mais
Mães de gêmeos que trocam experiências  pelo WhatsApp se encontram em Canoas
VÍDEO: menino de dois anos salva irmão gêmeo preso debaixo de cômoda

Essa diferença entre elas surge porque são gêmeas bivitelinas ou fraternas. Isso quer dizer que são formadas a partir de óvulos e espermatozoides diferentes, mas se desenvolvem ao mesmo tempo.

As nenês têm nove meses  — nasceram em 23 de abril de 2016. O pai delas, Tomas Dean, é negro mãe, Whitney Meyer, é branca.

Segundo Whitney, Kalani tem muita energia e já engatinha. Jarani ama comer e ainda não começou a engatinhar.

Ainda conforme o canal de TV KHQA, reportagem da BBC informa que a chance de um casal birracial ter filhos com cor de pele diferentes é de um caso a cada 500.

Leia mais notícias



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros