Após três anos parado em depósito, carro é liberado para promotor de vendas em Alvorada - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Problema resolvido21/04/2017 | 08h06Atualizada em 21/04/2017 | 08h06

Após três anos parado em depósito, carro é liberado para promotor de vendas em Alvorada

Veículo de Henrique foi furtado em Viamão em 2014

Depois de três anos aguardando uma perícia no seu carro, que havia sido furtado em 2014, o promotor de vendas Henrique Lemes conseguiu reaver o veículo junto à Polícia Civil de Alvorada.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Seis meses após o furto, um amigo da vítima viu o carro circulando por Alvorada e o avisou. Depois de conversar com o receptador, Henrique conseguiu reaver o carro, como a editoria Seu Problema é Nosso (SPN), do Diário Gaúcho, contou em sua edição do dia 6 de abril. O problema é que o Volkswagen Passat ano 1980 estava clonado, então foi recolhido para uma perícia, que é feita pelo Instituto Geral de Perícias do Estado (IGP-RS).

Rodar novamente

A perícia ficou pronta somente em novembro do ano passado, mas a Polícia Civil de Alvorada, que ficou responsável pela investigação, não conseguiu comunicar Henrique sobre o caso. Somente a partir do

contato feito pelo Diário Gaúcho, a situação foi esclarecida, e o rapaz conseguiu buscar o carro no depósito no último dia 10.

Agora, com o Passat de volta a sua garagem, ele agradece ao apoio do DG na situação:

— Foi graças a vocês que consegui saber que a perícia já estava pronta e enfim reaver meu carro.

Leia mais
Medicamentos estão em falta há dois meses em Canoas e morador vítima de AVC sofre com o problema
Seis escadas rolantes da Trensurb estão desativadas desde 2013 e outras cinco paradas sem previsão de conserto
Com doença rara, menina de Alvorada conta com solidariedade para aprender a caminhar

A Polícia Civil informou que os números de chassi originais foram regravados no veículo, assim como as placas foram substituídas.

Agora, Henrique espera colocar os documentos do veículo em dia para começar a rodar novamente.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros