Morador de Gravataí que teve comércio alagado no início de junho teme novas cheias se Arroio Barnabé não for limpo - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso28/06/2017 | 08h13Atualizada em 29/06/2017 | 09h19

Morador de Gravataí que teve comércio alagado no início de junho teme novas cheias se Arroio Barnabé não for limpo

Prefeitura explicou que só pode fazer o desassoreamento do arroio quando a água estiver bem baixa

Morador de Gravataí que teve comércio alagado no início de junho teme novas cheias se Arroio Barnabé não for limpo Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

Em 31 anos morando no mesmo lugar, o comerciante Elevon Oliveira da Silva, 39 anos, não lembra de ter passado por temporais tão fortes como os deste mês. Dono de um minimercado na Avenida Gravataí, Bairro Vera Cruz, em Gravataí, onde mora, Elevon viu o local e a rua ficarem embaixo d'água nas primeiras semanas de junho.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Passadas as chuvas, a água baixou e mostrou um novo problema: tudo que os moradores perderam ficou espalhado ao longo da avenida por cerca de duas semanas. Após vários pedidos, conforme Elevon, apenas na semana passada a prefeitura recolheu a maior parte dos entulhos.

Para o morador, a explicação para os alagamentos é simples: o Arroio Barnabé, que fica no final das ruas laterais à avenida, não recebe manutenção nem limpeza há pelo menos cinco anos. O volume de chuva e a sujeira dentro do arroio fizeram com que a água transbordasse e se espalhasse pelas ruas, chegando à Avenida Gravataí, principal da região, que dá acesso à Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira.

Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

Para reivindicar o cuidado da prefeitura, a comunidade criou a Associação Unidos do Bairro Vera Cruz. O medo é de que a demora em resolver os problemas ocasione novos alagamentos, quando chover de novo.

— Dentro do meu mercado, a água ficou com 1m de altura. Na rua, não tinha como caminhar. Foi terrível, e o arroio está muito sujo. Vai acontecer de novo se a prefeitura não nos der atenção — diz Elevon.

Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

Manutenção, só se a água baixar

A prefeitura de Gravataí, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que todos os entulhos provenientes dos temporais do início de junho já foram recolhidos. O lixo que está no local agora, segundo a prefeitura, é uma nova leva, descartada irregularmente pelos moradores.

Leia mais
Vítima de um AVC, morador de Alvorada aguardou três meses por liberação de alimento especial
Obra de pavimentação e canalização da Estrada da Branquinha está abandonada desde setembro de 2016
Barulho de tiros em treinamento da Brigada Militar incomoda moradores de Porto Alegre

A limpeza do Arroio Barnabé foi iniciada assim que o tempo firmou. Contudo, para fazer o desassoreamento do arroio – que é a escavação do leito do rio para torná-lo mais fundo, limpo e com mais fácil escoamento –, é preciso que a água baixe o suficiente para a máquina conseguir entrar.

Até o momento, a água ainda está acima do nível permitido para o serviço. Assim que baixar, a prefeitura fará o desassoreamento do Arroio Barnabé.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros