Pagando IPTU de R$ 1,6 mil, moradora de Imbé reclama de falta de estrutura em avenida do centro - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso07/07/2017 | 08h23Atualizada em 07/07/2017 | 08h23

Pagando IPTU de R$ 1,6 mil, moradora de Imbé reclama de falta de estrutura em avenida do centro

Prefeitura garantiu iniciar obras de drenagem na próxima semana

Pagando IPTU de R$ 1,6 mil, moradora de Imbé reclama de falta de estrutura em avenida do centro Arquivo pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

Há quatro anos, a funcionária pública aposentada Rosane Chaves da Silveira, 54 anos, mora no Litoral Norte, em Imbé. As lembranças que tem de quando se mudou para lá são boas: ruas bonitas, bem cuidadas, adorava viver perto do mar. Atualmente, o sentimento é outro, de tristeza pelo abandono da Avenida São Miguel, entre as Avenidas São Luiz e Caxias, onde mora. O calçamento de paralelepípedo já não pode mais ser visto: o que restou está coberto de barro ou afundado em buracos.

Três anos atrás, a via foi aberta para instalação de rede de esgoto cloacal – que nunca chegou a funcionar, conforme Rosane. Depois disso, as crateras aumentaram, e a pavimentação nunca foi refeita. Os poucos bueiros não dão conta de escoar a água em dias de chuva que, mesmo quando tem sol, fica acumulada pela falta de escoamento. As fossas de esgoto, que estão constantemente entupidas, exalam mau cheiro e contribuem para a proliferação de animais peçonhentos. Além disso, o canteiro central não recebe capina há algum tempo.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

— Sair de casa, só se for de carro, porque está impossível transitar. O cheiro terrível nos obriga a ficar trancados, não podemos mais ficar na frente das residências conversando, tomando um chimarrão. Fora que, no fim da tarde, começam a aparecer as cobras, ratos, baratas, mosquitos. É um nojo — queixa-se Rosane.

A moradora conta que foi diversas vezes até a prefeitura, pedir ajuda. As reclamações na ouvidoria, contudo, nunca geraram resultados. A principal reclamação da comunidade é que o IPTU é muito caro, e melhorias não são feitas na via.

— No último IPTU, paguei R$ 1,6 mil pra viver numa rua sem nenhuma estrutura. Para onde está indo o dinheiro? Porque ainda não refizeram o calçamento? Porque o esgoto não foi ativado? A praia não é só um local de veranistas, tem famílias que moram aqui o ano inteiro, e a prefeitura esqueceu de nós — desabafa ela.

Obras na semana que vem

O secretário municipal de Obras e Viação, José Augusto Henkin, explicou que, para a Avenida São Miguel ser repavimentada, primeiro é necessário fazer a drenagem da rede pluvial. Isso porque, antigamente, o local era o leito do Rio Tramandaí, o que o torna muito úmido e suscetível a alagamentos.

Na tarde de quinta-feira, o secretário se reuniu com a Corsan, com quem a prefeitura tem um convênio, e o trabalho de drenagem começará a ser feito na semana que vem, após a retirada das árvores do canteiro central. Assim que a drenagem terminar, a avenida será repavimentada.

Diferentemente do informado pela moradora, a prefeitura de Imbé esclareceu que, em 2015, foi feita a rede de esgoto cloacal e, após a conclusão do serviço, a empresa responsável recolocou o calçamento nos pontos onde abriu para mexer na canalização.

Sobre capina, José Augusto disse que, ainda nesta sexta-feira, uma equipe fará o serviço para amenizar os problemas, enquanto as obras não são concluídas.

Leia mais
Cratera em frente ao portão de casa, em Porto Alegre, atrapalha rotina de idoso com perna amputada
Transplantada duas vezes, idosa precisa de medicamentos que custam quase R$ 100 mil por mês
Secretaria da Saúde não avisa sobre marcação e moradora de Viamão perde consulta que esperava há três anos

Para reclamar

Moradores que quiserem registrar reclamações sobre os serviços públicos de Imbé têm quatro opções:

- Ir pessoalmente à Ouvidoria, que fica no Centro Administrativo Municipal (Avenida Paraguassú, 1043, Bairro Centro).

- Fazer o registro pelo site www.imbe.rs.gov.br.

- Enviar um e-mail para ouvidoria@imbe.rs.gov.br.

- Também é possível ligar para (51) 3627-8243.

Produção: Shállon Teobaldo


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros