Vazamento de água é consertado depois de quase dois meses de desperdício na Capital - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso24/11/2017 | 09h25Atualizada em 24/11/2017 | 09h25

Vazamento de água é consertado depois de quase dois meses de desperdício na Capital

O conserto ocorreu a partir da criação de uma força-tarefa pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), estruturada para sanar fugas d¿água que se acumulam pela cidade

Vazamento de água é consertado depois de quase dois meses de desperdício na Capital Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
No Partenon, zona leste da Capital, desperdício já durava cerca de 50 dias Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Um vazamento de água potável que durava desde setembro no Bairro Partenon, na Capital, finalmente foi consertado pela prefeitura. Segundo o segurança Luís Alberto Vieira da Cruz, 57 anos, morador da região, foram ao menos 50 dias de desperdício. 

Leia mais
Vazamento de esgoto se estende há um ano em bairro de Porto Alegre
Força-tarefa do Dmae trabalha para consertar vazamentos pelas ruas de Porto Alegre
Falta de pagamento por parte da prefeitura deixa ruas esburacadas na Praia do Lami

Na quarta-feira passada, após duas reportagens publicadas sobre o caso, o Dmae realizou as obras na Rua Sargento Manoel da Silva. 

— Acredito que o serviço só saiu graças ao empenho do jornal, que fez o pessoal da prefeitura vir arrumar o vazamento de água — diz o segurança. 

Dia de trabalho 

Por volta das 8h30min de quarta, as equipes do Dmae já estavam trabalhando na rua onde mora Luís. Auxiliados por uma retroescavadeira, os servidores trabalharam no local durante todo o dia e, depois de quase dois meses, o vazamento foi consertado. 

Luís sente-se aliviado pelo desperdício ter sido, enfim, controlado, mas alerta para a necessidade de mais atenção do poder público nos bairros. 

— Só através da mídia conseguimos fazer com que o poder público atenda nossas necessidades — critica o morador do Partenon. 

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!  

O conserto ocorreu a partir da criação de uma força- tarefa pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), estruturada para sanar fugas d’água que se acumulam pela cidade. 

Como o Diário Gaúcho mostrou na edição de terça- feira, entre os 11 vazamentos denunciados pelo jornal nas últimas duas semanas, dois ainda aguardavam por reparo — e um deles era o do bairro Partenon. 

Acúmulo de solicitações

Nos últimos dois meses, o número de queixas de vazamento de água potável na Capital se avolumou nos canais de atendimento do Diário Gaúcho. Dezenas de reclamações chegaram. Todas foram publicadas na seção Pede- se Providências ou se tornaram reportagens do Seu Problema é Nosso. O Dmae afirmou que o acúmulo de serviços se deveu à greve dos municipários, que durou 40 dias e reduziu o número de equipes nas ruas. 

Com o fim da paralisação, no início da semana passada, o departamento prometeu que os cerca de 2 mil protocolos acumulados durante o período de paralisação seriam atendidos por uma força- tarefa. São 44 equipes de água, 21 de esgoto e 16 de manutenção industrial operando com capacidade máxima, conforme o Dmae. Os servidores estão em ação desde o dia 16 de novembro. 

*Produção: Alberi Neto 

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!  

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros