Mamãe Noel de Alvorada organiza festa para mais de 300 crianças - Notícias

Versão mobile

 

Feliz Natal!25/12/2017 | 18h07

Mamãe Noel de Alvorada organiza festa para mais de 300 crianças

Líder comunitária do Bairro Nova Americana contou com a ajuda de voluntários na 20ª edição da festa natalina

Mamãe Noel de Alvorada organiza festa para mais de 300 crianças Félix Zucco/Agencia RBS
Maria Elaine, usando touca natalina, começou a festa distribuindo centenas de picolés para a gurizada Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Pelo 20º ano consecutivo, parte da Rua Estocolmo, no Bairro Nova Americana, em Alvorada, tornou-se a casa do Papai e da Mamãe Noel, na tarde de Natal. Organizada pela líder comunitária Maria Elaine da Silva, 58 anos, a festa distribuiu centenas de brinquedos, picolés, algodões-doces, cestas de doces, bolos e refrigerantes para mais de 300 crianças. Tudo é arrecadado por meio de doações. A ação, que já é uma tradição na cidade, acabou fazendo com que a líder se tornasse conhecida como a Mamãe Noel da região. 

— A gente começa a pedir ajuda ainda em novembro, e muitos já conhecem o nosso trabalho — comentou Maria Elaine, enquanto distribuía picolés para a gurizada. 

 ALVORADA, RS, BRASIL, 25-12-2017: Há 20 anos, Maria Elaine da Silva, 58 anos, realiza a festa beneficiente da Mamãe Noel do Bairro Nova Americana, na Rua Estocolmo (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria de Geral).
Maria Elaine confeccionou um bolo de 30 quilosFoto: Félix Zucco / Agencia RBS

Há mais de duas décadas, ela dedica-se a ajudar ao próximo. E tudo começou ainda nos anos 1990, quando, apesar das suspeitas, Maria Elaine recebeu o diagnóstico de que não tinha câncer. Desde então, realiza festas beneficentes de Páscoa, Dia da Criança e Natal _ a maior delas. No ano passado, nem mesmo a descoberta de um tumor maligno no rim esquerdo abalou a força de Maria Elaine, que continuou com a ação social em meio à quimioterapia. Recuperada depois do tratamento, fez questão de ampliar a festa em 2017.  

— Apesar das dificuldades, cada novo Natal é uma vitória da solidariedade. Jamais vou parar — afirmou a líder comunitária. 

 ALVORADA, RS, BRASIL, 25-12-2017: Há 20 anos, Maria Elaine da Silva, 58 anos, realiza a festa beneficiente da Mamãe Noel do Bairro Nova Americana, na Rua Estocolmo. Na foto, Simone Gonçalves, moradora da rua, participa desde as primeiras edições - no início, como beneficiada. Hoje, ela é voluntária e costura as roupas para as bonecas doadas. Fotos dela com a filha Luiza, cinco anos, que recebe doação (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria de Geral).
Simone e a filha Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Entre os voluntários que fazem questão de dedicar o dia de Natal à solidariedade, ao lado de Maria Elaine, está a dona de casa Simone Gonçalves, 42 anos, que na juventude levava as irmãs menores para participarem da data especial na Rua Estocolmo. É ela, há quase uma década, quem confecciona, com os retalhos arrecadados pela líder comunitária, as roupas das bonecas usadas também distribuídas na ação social. 

— A Maria Elaine contagia a todos. Ser uma das costureiras foi a forma que achei para contribuir com este trabalho lindo, que já deu muita alegria a tantas crianças — disse Simone, enquanto aguardava um presente para filha Luiza, cinco anos. 

Leia mais
Conheça a história de pessoas que terão um Natal mais feliz graças à solidariedade alheia 
Histórias de quem trabalha para um Natal mais feliz
Natal: conheça quatro histórias emocionantes de solidariedade

Nesta edição, os cadastrados na Associação Beneficente Casa da Sopa, mantida por Maria Elaine na vila, ainda foram contemplados com 96 cestas básicas enviadas pelos doadores. A festa da Mamãe Noel do Bairro Nova Americana contou com a participação de familiares da líder. Outra tradição do evento foi o corte do bolo de 30 quilos e com dois metros de comprimento, feito por ela. Voluntários ajudaram na organização das filas e na distribuição de 500 cestas de doces, 400 picolés, 400 cachorros-quentes, centenas de cupcakes e sucos. Brinquedos infláveis foram distribuídos nos cerca de 100 metros de rua fechados para a festa. O funcionário público Clóvis Ogando, 58 anos, voluntário do projeto, vestiu-se de Papai Noel para distribuir os brinquedos. 

Participante do evento desde o nascimento da filha Jhulya, hoje com quatro anos, a dona de casa Miriam Dias, 27 anos, contou que o momento é esperado pelos moradores da região. 

— A dona Maria (Elaine) é um anjo por aqui. A festa organizada por ela é um verdadeiro presente de Natal — resumiu Miriam. 



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros