Trecho sem pavimentação causa transtornos em via movimentada de Gravataí - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso22/02/2018 | 09h35Atualizada em 22/02/2018 | 09h35

Trecho sem pavimentação causa transtornos em via movimentada de Gravataí

Segundo os moradores, apenas parte da via, que fica no bairro Barnabé, nunca foi asfaltada, e eles não sabem o porquê

Trecho sem pavimentação causa transtornos em via movimentada de Gravataí Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Em meio à poeira dos dias secos ou ao barral dos dias chuvosos, moradores de um trecho da Estrada Passo do Hilário, no bairro Barnabé, em Gravataí, tentam entender uma situação. A via, que é uma continuação da Rua Otávio Schemes e serve de acesso à RS- 118, tem um trecho de cerca de um quilômetro que nunca foi asfaltado. E eles não sabem o porquê. 

Leia mais
Falta de iluminação em estação do Trensurb causa insegurança entre usuários em Canoas
Com asfalto em falta na cidade, buraqueira marca presença nas ruas de Porto Alegre
Com problema raro de visão, menino precisa de ajuda para comprar óculos especiais vindos do Canadá

— Tem asfalto até a Estrada Itacolomi, porque é um acesso ao Condomínio Alphaville. Depois, é terra batida e só tem asfalto no trecho final, quando a via se liga à BR-118 — explica a auxiliar administrativa Priscila Trisch Soster, 24 anos, moradora da comunidade desde que nasceu. 

Barro 

Há cerca de um mês, durante um temporal, Priscila registrou os efeitos da falta de pavimentação. No mesmo dia, um carro, uma moto e até um ônibus de funcionários de uma empresa local atolaram no trecho. 

Conforme a moradora, como a RS-118 está em obras e uma universidade fica perto do local, a estrada tem sido usada como desvio. Assim, o fluxo de veículos na região é intenso. 

— É uma via que tem comércios, firmas e muitos moradores. Deveria receber uma atenção maior da prefeitura — acredita a moradora. 

Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Lixo 

Outra situação pertinente na extensão sem asfalto da Estrada Passo do Hilário é o acúmulo de lixo. Ao longo da via, alguns pontos são usados como área de descarte irregular de objetos, como móveis usados e outros materiais. Isso faz com que pequenos lixões a céu aberto se formem em vários trechos. Priscila conta que o problema não é recente. 

— Moro aqui desde que nasci. Sempre sofremos com o lixo e a falta de manutenção da estrada. Esperamos que haja alguma solução para isso nos planos da prefeitura — arrisca a auxiliar administrativa. 

"Sem previsão de asfaltamento" 

Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura de Gravataí afirmou que o trecho ainda não pavimentado da Estrada do Hilário está projetado para receber asfalto. Porém, segundo nota enviada pela administração, "não é possível dar previsão dos reparos por não se saber ainda quais os recursos necessários à obra". 

Em relação à limpeza e ao patrolamento da via, a prefeitura garante que "são feitos serviços no local rotineiramente", conforme a necessidade e de acordo com o cronograma da Secretaria de Serviços Urbanos, responsável pela limpeza nas vias. 

Na nota, ainda é reforçado que, infelizmente, "o que ocorre de forma bastante costumeira é o descarte irregular de lixo naquele local". 

*Produção: Alberi Neto

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros