Idoso aguarda em casa chamada por consulta que pode demorar até quatro meses, em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso19/07/2018 | 11h43Atualizada em 19/07/2018 | 11h43

Idoso aguarda em casa chamada por consulta que pode demorar até quatro meses, em Porto Alegre

Sofrendo com uma hiperplasia da próstata - que causa severas dificuldades para urinar -, João Itamar chegou a ser internado, mas recebeu alta por falta de especialista para atendê-lo no Hospital Vila Nova

Idoso aguarda em casa chamada por consulta que pode demorar até quatro meses, em Porto Alegre Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
João aguarda desde junho pela consulta Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

A auxiliar de enfermagem desempregada Isabel Ramos, 52 anos, não sabe mais a quem recorrer diante do sofrimento que está vendo seu pai, o pintor aposentado João Itamar Ramos, 85 anos, enfrentar.

Leia mais
Falta de iluminação pública e rede pluvial entupida fazem parte da rotina na Restinga
Falta de médico em posto de saúde da Zona Norte prejudica pacientes, em Porto Alegre
Alagamentos obrigam moradores a construir muretas em rua na Lomba do Pinheiro

Moradora do bairro Cristo Redentor, em Porto Alegre, ela levou um susto ao ser informada de que, mesmo sofrendo com um quadro avançado de hiperplasia da próstata, o idoso entraria numa fila de espera para consultar com urologista. 

Espera essa que pode demorar até quatro meses, conforme o sistema da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). João mora com a filha, de quem recebe cuidados na tentativa de amenizar o sofrimento causado pelo aumento da glândula, que causa severas dificuldades ao idoso para urinar. 

— Ele precisa da sonda vesical permanentemente. Sem o equipamento, não consegue urinar. Mas, mesmo assim, a situação tem ficado mais complicada, inclusive com a presença de sangue na urina — explica Isabel. 

Atendimento 

No início de junho, João foi levado pela filha até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Moacyr Scliar, na Zona Norte. Lá, o idoso ficou cinco dias internado, quando recebeu um encaminhamento para o Hospital Vila Nova, no outro lado da cidade, no bairro Vila Nova, Zona Sul. Mais 15 dias de internação e veio a notícia que surpreendeu Isabel: 

— Solicitaram uma consulta com urologista, pois não tem essa especialidade no hospital, e mandaram levar meu pai para casa. Deram alta. Só que ele segue muito mal. E essa consulta não tem previsão para acontecer. No site da prefeitura, a média de espera é de mais de 90 dias. Eu não sei se ele vai suportar esse tempo. A consulta deve acontecer logo para sabermos o que ele precisa fazer. 

Solicitação foi feita após 15 dias de internação no Hospital Vila NovaFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

SMS não comenta caso 

Procurada pela reportagem, a SMS não comentou o caso de João. A assessoria de imprensa da pasta encaminhou nota ao Diário explicando que possui um canal de Ouvidoria para receber este tipo de reclamação. 

A SMS orientou a família do idoso a entrar em contato para que "o paciente possa ser atendido da melhor maneira possível". Em caso de necessidade urgente, a secretaria informou que João deve "procurar o pronto atendimento ou hospital, conforme a gravidade no momento". 

Questionada sobre o número de pessoas que esperam atendimento com urologista e sobre o tempo médio de espera para este atendimento, a pasta também não respondeu. 

Como falar com a Ouvidoria 

A Secretária de Saúde de Porto Alegre atende as reclamações por telefone, e- mail e presencialmente: 

— Telefone: 156, de segunda a sexta- feira, 24 horas.
— Endereço: Avenida João Pessoa, 325, térreo, com atendimento de segunda a sexta- feira, das 8h30min às 12h e das 13h às 17h.
— E- mail: ouvidoria@sms.prefpoa.com.br.
— Site: clique aqui e vá até o item Ouvidoria.

*Produção: Alberi Neto

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros