Em Alvorada, lixo não é recolhido desde sábado - Notícias

Versão mobile

 

Seu Problema é Nosso12/09/2018 | 10h44Atualizada em 12/09/2018 | 10h44

Em Alvorada, lixo não é recolhido desde sábado

Funcionários da empresa Ecopav protestaram ontem pelo atraso nos pagamentos dos salários do mês de agosto

Em Alvorada, lixo não é recolhido desde sábado Arquivo Pessoal / Leitor DG/Leitor DG
Bairro Piratini Foto: Arquivo Pessoal / Leitor DG / Leitor DG

Os funcionários da empresa Ecopav, que faz o recolhimento de lixo em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, protestaram ontem pelo atraso nos pagamentos dos salários do mês de agosto, que eles afirmam não ter recebido. Com isso, foi suspensa novamente a coleta de lixo em diferentes bairros da cidade. Os funcionários alegam, ainda, que não há dinheiro para abastecer os caminhões. Segundo os trabalhadores, os atrasos nos pagamentos são recorrentes. 

 Leia mais
Idoso aguarda cirurgia de hérnia de disco há quatro anos, em Porto Alegre
Menino de Canoas precisa de ajuda para realizar cirurgia na Tailândia
Bueiro entupido e alagamentos constantes preocupam moradores da Capital

Bairro Jardim AparecidaFoto: Arquivo Pessoal / Leitor DG

Mais uma vez

 Ontem, via Facebook, leitores do Diário mostraram o acúmulo de resíduos em frente às residências em, pelo menos, quatro bairros (confira nas fotos): Jardim Aparecida, Jardim Alvorada, Piratini e Nova Americana. Moradores citaram também outros bairros afetados pela falta de recolhimento de lixo: Sumaré, Salomé, Umbu, Jardim Algarve, Porto Verde, Tijuca, Cedro, São Pedro, Intersul, Maringá, Formosa, Vida Nova e Portal Bela Vista. O problema se repete em Alvorada menos de 15 dias depois de a prefeitura ter prometido solucioná-lo.

Durante pelo menos duas semanas de agosto, moradores conviveram com a falta de coleta em alguns bairros. Em 30 de agosto, a prefeitura responsabilizou pela deficiência no serviço a falta de duas carretas que faziam o transporte do lixo do aterro sanitário da cidade até Minas do Leão, em função de problemas mecânicos. Sem elas, houve acúmulo de lixo no aterro até o ponto em que a coleta precisou ser interrompida. Na época, a Ecopav trouxe de São Paulo três caminhões para substituir as carretas, e a promessa era de que o serviço seria normalizado em seguida. 

Prefeitura garante normalização do serviço 

Secretário de Limpeza Urbana de Alvorada, Airton Pacheco confirmou ontem que a coleta de lixo não está sendo feita desde sábado e afirmou que a previsão é retomá- la ainda hoje. Ele explicou que a expectativa era de que os funcionários da empresa Ecopav recebessem os salários do mês de agosto até o final do dia de ontem. 

— Os funcionários deveriam ter recebido na segunda- feira. A empresa garantiu o pagamento até o final desta terça-feira (ontem), e o serviço deve voltar ao normal — declarou Airton. 

Em nota, o município informou que os pagamentos com a terceirizada estão em dia e que desconhece possíveis dificuldades financeiras. A empresa foi notificada a dar continuidade integral aos serviços prestados à população, como previsto em contrato. O Diário Gaúcho entrou em contato com a empresa Ecopav, em São Paulo, mas não obteve retorno. 

 Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros