Construção de ginásio em escola de Gravataí está parada desde 2015 - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso17/04/2019 | 09h35Atualizada em 17/04/2019 | 09h35

Construção de ginásio em escola de Gravataí está parada desde 2015

A falta de finalização da quadra esportiva na Escola Municipal Professora Olenca Valente limita atividades para alunos. Smed prevê conclusão até julho deste ano

Construção de ginásio em escola de Gravataí está parada desde 2015 Jefferson Botega/Agencia RBS
Estrutura está montada, mas foi deixada sem finalização Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Desde 2015, alunos, professores e familiares esperam pela finalização da construção de uma quadra esportiva na Escola Municipal Professora Olenca Valente, na Avenida Vila Rica, bairro Novo Mundo, em Gravataí

Leia mais
Adolescente com escoliose não consegue cirurgia pelo SUS
Menino de Guaíba precisa de ajuda para pagar exame não oferecido pelo SUS  
Clube dos Corações Solitários une brasileiro e cubana  

Iniciados há quatro anos, os trabalhos foram paralisados logo após começarem. Hoje, mato alto e acúmulo de água da chuva na parte construída causam transtornos para a comunidade escolar. 

Anunciada em 2014, a nova quadra da Olenca Valente substituiria a antiga, de areia, tornando-se uma área única para a prática esportiva no bairro, segundo a professora de Educação Física Márcia Malfatti, 46 anos. 

Adaptações 

Sem o espaço, a educadora teve de modificar as atividades — prejudicando o desenvolvimento e avaliação dos alunos, conta. 

— Até hoje estamos adaptando (as atividades). Antes, pelo menos, havia areia e goleiras. Temos muita dificuldade. O espaço não é adequado. Não podemos fazer muitas atividades. Nossos alunos aguardam ansiosos pela aula, e ficamos bem limitados. A situação acaba desmotivando os estudantes e a nós, professores, também — relata Márcia. 

A diretora da escola, Ana Catarina Ferreira da Silva, 55 anos, administra a Olenca Valente desde o ano de início da obra da quadra. Ela relata que os contatos com a prefeitura são frequentes e que transmite as informações recebidas do poder municipal aos pais e responsáveis sempre que há alguma novidade. 

 GRAVATAÍ,  RS, BRASIL, 15/04/2019- Obras de uma quadra de esportes prometida para 2015 está abandonada. (FOTOGRAFO: JEFFERSON BOTEGA / AGENCIA RBS)
Parte interna está se deteriorando com o tempoFoto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Sem previsão 

— Marco horário com a secretária e infelizmente, até hoje, não temos previsão de reinício. Quando chove, água fica parada no piso da quadra, atraindo mosquitos. As mães procuram para saber em que pé está a situação. Depois de todos esses anos, o que vou dizer? Fica chato. Na hora de fazer a inauguração da obra, em 2014, eles vieram — relata a dirigente. 

"É uma vergonha", diz mãe de aluna

Segundo dados da Secretaria Municipal de Educação de Gravataí (Smed), mais de 70% das obras já foram concluídas. O investimento feito até agora chega a R$ 386 mil. No entanto, segundo a dona de casa Daiane Caruso Inácio, 34 anos, que é mãe da estudante do quarto ano Ana Luísa Inácio, 10 anos, o aspecto da área é de abandono. 

— É uma vergonha. Só enrolam. É uma escola que é abandonada. Eles não tão nem aí. É muito mato, é perigoso, tem bicho. A gente faz reuniões. A diretora vive pedindo para eles fazerem alguma coisa, pelo menos cortar o mato, porque já vimos ratos andarem por ali — relata Daiane. 

Previsão de conclusão em julho próximo

A Smed informa que a paralisação das obras ocorreu devido a “atrasos nos repasses do governo federal”. Em 2016, o contrato com a antiga empresa prestadora de serviços foi rescindido, sendo necessário nova licitação. 

A pasta informa que a previsão de conclusão das obras é julho deste ano. O investimento, ao total, chegará em R$ 594 mil. Questionados, não informaram a data exata de recomeço das obras. 

Produção:  Ásafe Bueno

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros