Orquestra obtém financiamento para continuar projeto com crianças de Porto Alegre  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso05/04/2019 | 09h46Atualizada em 05/04/2019 | 10h37

Orquestra obtém financiamento para continuar projeto com crianças de Porto Alegre 

O projeto, que atende 130 crianças na Pequena Casa da Criança, conseguiu apoio e recebeu doações depois da reportagem publicada em novembro

Orquestra obtém financiamento para continuar projeto com crianças de Porto Alegre  Caroline Tidra/Agência RBS
O projeto ¿Semeando música, construindo paz e cidadania¿ atende 130 crianças Foto: Caroline Tidra / Agência RBS

A sinfonia continuará sendo ouvida na Pequena Casa da Criança, no bairro Partenon, na zona leste de Porto Alegre. A orquestra que compõe o projeto “Semeando música, construindo paz e cidadania” conseguiu patrocínio e recebeu doações depois da reportagem publicada em 29 de novembro do ano passado. Para pagar os três professores de música, a manutenção dos instrumentos e também os quatros ônibus que levam os alunos para as apresentações, a orquestra precisa de aproximadamente R$ 7 mil por mês. O projeto atende 130 crianças. 

Leia mais
Moradora de Novo Hamburgo espera há um ano pelo salário-maternidade
Avenida Gildo de Freitas, em Viamão, tem obra de pavimentação deixada pela metade
Moradora de Cidreira espera há dois anos por exame

— Graças a Deus conseguimos apoio para nossa orquestra. Um parceiro, que está conosco há mais de quatro anos, vai financiar. Depois da matéria, recebemos diversos contatos para doações. Ganhamos guitarra, violão, teclado, revistas de músicas e algumas visitas — conta a coordenadora de projetos Catarina Machado. 

Até maio deste ano, a orquestra possui o financiamento do Criança Esperança. Depois, passará a ser mantida pela empresa parceira Imunosul, de Porto Alegre. O empresário Renato Soldado acompanha os frutos que os projetos sociais geram na vida das crianças. 

Grupo vai manter ensaios e apresentaçõesFoto: Caroline Tidra / Agência RBS

Felicidade 

— Começamos apoiando as aulas de judô. Logo após, colaboramos com o projeto da flauta, que faz parte da orquestra. Agora, vamos dar continuidade, pois é gratificante conhecer a transformação que houve na história dessas crianças — afirma o empresário. 

— Estamos felizes, pois o projeto poderia acabar. Falamos para as crianças sobre a falta de recursos e eles estavam angustiados. Vemos de perto o quanto a música é importante e o quanto gostam de participar — conta a professora Eriadny Borba, 23 anos. 

Seu Problema é Nosso , spn , orquestra da pequena casa da criança , partonon , porto alegre , patrocínio , música
Flautistas em açãoFoto: Caroline Tidra / Agência RBS

Trinta alunos integram a orquestra, tocando flauta, violoncelo, viola e percussão, entre outros instrumentos. Entre os alunos, a estudante Milene Ribeiro, 16 anos, resume o sentimento do grupo: 

— É uma felicidade! Antes, estávamos preocupados e perguntávamos: será que vai ter instrumento? Será que vai ter projeto? Agora, é gratidão pelas pessoas boas que contribuem. 

A oportunidade de continuar reforça o desejo do estudante Hendryus Caliel, 12 anos. Além de almejar ser cozinheiro, ele tem mais planos para o futuro: 

— Eu quero ser professor de música e voltar aqui para retribuir o que aprendi. 

Seu Problema é Nosso , spn , orquestra da pequena casa da criança , partonon , porto alegre , patrocínio , música
Milene e Hendryus estão no projeto de flauta desde 2016Foto: Caroline Tidra / Agência RBS

Para ajudar e conhecer

A Pequena Casa da Criança atende 600 pessoas diariamente, promovendo educação através de suas ações dirigida a crianças, adolescentes, famílias e idosos na comunidade Maria da Conceição. 

/// Para contribuir com a orquestra, doações podem ser feitas em conta bancária do Banco do Brasil. A agência é 2814-2, e a conta corrente é 91692-7. 

/// Para mais informações sobre voluntariado e entrega de materiais, entre em contato pelo telefone (51) 3076-0525 ou pelo e-mail administracao@pequenacasa.org.br. Visite a Pequena Casa da Criança: Rua Mario de Artagão, 13, no bairro Partenon, em Porto Alegre. 

Produção: Caroline Tidra

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros