Agentes da EPTC que ajudaram gestante a chegar no hospital visitam bebê nascido em carro - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Surpresa16/05/2019 | 12h29Atualizada em 16/05/2019 | 15h28

Agentes da EPTC que ajudaram gestante a chegar no hospital visitam bebê nascido em carro

Roberta Anginoni e e Norberto Schiavoni fizeram a escolta do veículo em que a mãe estava até a chegada ao Hospital Conceição, na zona norte de Porto Alegre

Agentes da EPTC que ajudaram gestante a chegar no hospital visitam bebê nascido em carro Félix Zucco/Agencia RBS
Martina apresenta ícaro aos anjos da guarda Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Os agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) Roberta Anginoni, 30 anos, e Norberto Schiavoni, 55 anos, que auxiliaram na escolta de uma mulher em trabalho de parto na quarta-feira (15), em Porto Alegre, visitaram o bebê Ícaro Valentim e a mãe Martina Mattos, 26 anos, no Hospital Conceição na manhã desta quinta. 

Martina, que mora no bairro Rubem Berta, começou a ter contrações às 11h30min e precisou pedir ajuda a um vizinho. No caminho para o hospital, na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, o vizinho avistou o carro da EPTC e solicitou apoio. Mesmo utilizando o corredor de ônibus durante o percurso, que durou cerca de sete minutos, não houve tempo suficiente para chegar até o hospital e o bebê acabou nascendo dentro do carro.

Leia mais
Para aprender sobre a responsabilidade de ter filhos, alunos cuidam de "bebê" durante todo o ano
A importância de uma rotina regrada e saudável para os bebês

— Eu estava dirigindo, quando chegamos próximo ao Terminal Triângulo, tinha um ônibus na nossa frente e não conseguíamos passar. Eu desci do carro e fui até o carro da mãe verificar como estava. Achei que ia dar tempo e seguimos. Mas quando chegamos ao hospital, eu abri a porta do veículo e ela já estava com o bebê nas mãos. Eu só o peguei e ajudei a acomodar no colo dela — relata Roberta.

Segundo Martina, mãe de outros dois meninos de 6 e 8 anos, o bebê era esperado para semana que vem. Conforme apontado em exames médicos, ela estava com 41 semanas de gestação. 

— Eu estava com dor, mas não achei que seria tão rápido. Encontrar eles no caminho foi uma bênção — agradeceu a dona de casa. 

Ícaro, que teve o nome escolhido pelos seus irmãos, nasceu pesando 2,2 quilos e 43 cm. Mãe e filho passam bem e ainda não têm previsão de alta.

Não foi a primeira vez

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 16-05-2019: Reencontro de Martina Mattos, mulher que teve o filho Ícaro Valentim dentro de um carro, com agentes da EPTC que escoltaram o veículo até o Hospital Conceição (agentes Roberta Anginoni e Norberto Schiavoni) (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria de Notícias).
Roberta e Norberto viveram uma manhã agitadaFoto: Félix Zucco / Agencia RBS

Roberta e Norberto já viveram situações semelhantes a essa. Há três anos, eles também ajudaram uma mãe a chegar ao Hospital Presidente Vargas, no bairro Independência. Mas, daquela vez, o nascimento aconteceu no hospital.

Na manhã de quarta (15), horas antes de serem interceptados pelo vizinho de Martina, eles já tinham sido acionados para auxiliar uma mãe em trabalho de parto em outro ponto da cidade. Mas, ao chegarem ao local, o Samu já estava prestando o atendimento.

Leia mais notícias no Diário Gaúcho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros