Atleta de Gravataí faz campanha para ir a campeonato mundial  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso27/05/2019 | 09h45Atualizada em 27/05/2019 | 09h45

Atleta de Gravataí faz campanha para ir a campeonato mundial 

Cristiano Vanni, que já foi campeão mundial de caratê, busca arrecadar os R$ 2 mil necessários para competir novamente pelo título 

Atleta de Gravataí faz campanha para ir a campeonato mundial  arquivo pessoal / arquivo pessoal/arquivo pessoal
Cristiano mostra medalhas conquistadas Foto: arquivo pessoal / arquivo pessoal / arquivo pessoal

Quem vê o vendedor Cristiano Vanni, 31 anos, em horário de expediente, não imagina que ele já foi campeão mundial de caratê na modalidade Shiai Kumite, categoria para atletas com menos de 81 quilos. 

Leia mais
Após matéria no Diário Gaúcho, menino consegue exame e apresenta melhora
Esgoto continua sem conserto no bairro Umbu, em Alvorada
Risco de alagamentos assusta moradores do bairro São José, em Sapucaia do Sul  

Morador de Gravataí, sua história com o esporte teve início aos dez anos, quando começou a praticar a luta em um projeto social da cidade. Desde então, Cristiano nunca mais abandonou o tatame. Hoje, além do mundial, ostenta diversos outros títulos e já foi dez vezes campeão gaúcho. 

— O caratê representa tudo para mim. Todas as minhas conquistas pessoais e todo o meu aprendizado vieram do esporte — conta. 

Aposentadoria 

Este ano, ele havia decidido se aposentar das competições, mas voltou atrás ao receber a convocação para participar do campeonato mundial da Global Confederation of Karatê (GCK). O convite pegou-o de surpresa: 

— Havia me aposentado como atleta, mas a organização do evento me convidou a participar, independentemente da convocação por seleções. Eles solicitaram que a confederação brasileira me convocasse, por toda a minha trajetória no esporte. Foi um reconhecimento. 

A competição está marcada para os dias 6 e 7 de dezembro, na cidade de Sete Lagoas (MG). Contudo, passado o êxtase de ser convocado pela Confederação Brasileira de Karate Shorin-Ryu e Interestilos, Cristiano deparou com um problema: sem patrocínio, o atleta não tem como arcar com os custos do campeonato e da viagem. 

Foi aí que resolveu criar uma vaquinha online, a fim de arrecadar os R$ 2 mil necessários para competir. Cristiano já havia recorrido a essa alternativa em seu último campeonato mundial, no ano passado, e foi uma experiência exitosa. 

— No meu primeiro mundial, em 2014, fui por conta própria. Mas, no ano passado, eu não estava bem financeiramente, então, fiz uma vaquinha e deu certo. Por isso, esse ano, decidi fazer novamente — conta o lutador, confiante. 

Até o momento, a campanha conseguiu levantar R$ 80. Para que ele possa representar o país no mundial, o valor total precisa ser arrecadado até outubro. 

Faixa preta em solidariedade 

No karate, a palavra japonesa “oss” significa respeito mútuo. Ela é utilizada como uma saudação para manifestar cordialidade entre os atletas. 

Por acreditar que a expressão representa os valores da arte marcial e para retribuir tudo o que conquistou com o esporte, Cristiano decidiu incorporá-la ao nome do projeto social que criou neste ano. 

Com espaço improvisado na garagem do sogro, ele ensina a arte marcial para cerca de 20 jovens atletas, no geral, em situação de vulnerabilidade social. 

 Seu problema é nosso, vaquinha, campanha, karate, carate, lutador, campeonato mundial, Cristiano Vanni, Gravataí, projeto oss
Participantes do projeto OSSFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Agora, três de seus alunos também foram convocados para competir no mundial da GCK. Orgulhoso, o Sensei Vanni se mostra entusiasmado para competir ao lado dos aprendizes: 

— Além de ser importante para consolidar o meu trabalho, vai abrir portas para as crianças do projeto. Serve para mostrar a eles que alguém que também começou em um projeto social pode chegar no topo.

COMO AJUDAR 

/// Para contribuir com a vaquinha online

/// Você também pode entrar em contato com o Cristiano pelo WhatsApp, por meio do número (51) 99456- 1083. 

Produção: Camila Bengo 

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros