Cachorrinha Bia interage com pacientes no Hospital da Restinga - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Pelo Dia das Mães10/05/2019 | 16h18Atualizada em 10/05/2019 | 16h18

Cachorrinha Bia interage com pacientes no Hospital da Restinga

Evento, batizado de Ação Petterapia, tem o objetivo de humanizar o atendimento. Dia também teve coral, presentes e muito carinho

Cachorrinha Bia interage com pacientes no Hospital da Restinga Júlio Cordeiro/Agencia RBS
Vanessa e a pequena Ana Laura curtiram a presença de Bia Foto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS

Para aliviar a inesperada situação de ter que passar o Dia das Mães dentro do hospital, a equipe do Hospital Restinga e Extremo-Sul (HRES) resolveu presentear mães e acompanhantes dos leitos adultos e pediátricos, ontem, com uma homenagem. A equipe de enfermagem colocou o talento à mostra e cantou músicas que falavam de amor, gratidão, carinho e cuidado às pacientes. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Enquanto cantavam, sachês perfumados, confeccionados pelos próprios funcionários, eram distribuídos. Parte importante da turma, Bia, uma cachorra da raça ovelheiro gaúcho, do Canil Morada de São Chico, acompanhou a visita, integrando a primeira Ação Petterapia do hospital, que tem o objetivo de intensificar o atendimento humanizado. Conforme a psicóloga Ana Paula Pereira, 43 anos, a intenção foi aproveitar a data para levar alegria aos funcionários, pacientes e familiares e demonstrar os benefícios do contato com os animais. 

– A pet terapia auxilia na formação de vínculos e ajuda a expressar emoções. Esse é um projeto piloto que deverá ser ampliado – explicou.

A contribuição de Bia partiu da dona, Ana Schames, que também é servidora da instituição. Para participar, a mascotinha precisou ser avaliada e passar por um controle de infecção. Liberada, fez a alegria de pais, mães e crianças.

– Eu achei lindo. Em um momento como esse a gente fica mais emotiva e o acolhimento é muito especial – relata emocionada Karina Taborda, 37 anos, que acompanhava a mãe, Maria de Fátima, 59 anos, há nove dias internada para um tratamento de diabetes.

Leia também
Hospital da Restinga inaugura bloco cirúrgico 50 meses após a abertura da instituição
Cães auxiliam na educação de crianças especiais em Porto Alegre
Cris Silva: "Força de mãe não termina"

– Eu adoro cachorros, gostei muito – contou Cristopher Teixeira, de sete anos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 10/05/2019- Hospital da Restinga promove Petterapia. (FOTOGRAFO: JÚLIO CORDEIRO / AGENCIA RBS)
Bia fez sucesso pelos corredores da instituiçãoFoto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS

Gratidão

A confraternização sensibilizou a todos que acompanharam, pacientes e a própria equipe técnica. Após receber a homenagem, a secretária Vanda Pinheiro, 51 anos, parabenizou o hospital.

– Primeira vez que preciso acompanhar minha mãe nesse hospital, nunca estive em um particular, mas para mim, o nível do atendimento aqui é de hospital particular. O carinho, a atenção... eles são maravilhosos – detalhou publicamente.

Em um quarto próximo, a manicure Vanessa Silveira, 37 anos, abraçada na filha Ana Laura Pires, de três anos, que tratava problemas respiratórios, chorou e agradeceu pelo acolhimento. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 10/05/2019- Hospital da Restinga promove Petterapia. (FOTOGRAFO: JÚLIO CORDEIRO / AGENCIA RBS)
Carinho recíproco entre o animalzinho e os pacientesFoto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS

– Foi lindo, estamos aqui dentro desde domingo, não há palavras para descrever o que fizeram – disse.  

Cerca de 63 mulheres receberam a visita e 10 pessoas da equipe de enfermagem participaram da homenagem. Há cinco anos, o HRES está aberto, atendendo 100% pelo SUS. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros