Após semana de chuva intensa, buracos tomam conta de avenidas da Capital - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Em toda a cidade04/06/2019 | 05h00Atualizada em 04/06/2019 | 05h00

Após semana de chuva intensa, buracos tomam conta de avenidas da Capital

Reportagem percorreu algumas das principais vias e mostra que crateras estão espalhadas por todas as zonas

Após semana de chuva intensa, buracos tomam conta de avenidas da Capital André Ávila/Agencia RBS
Chuva piora a situação das ruas da Capital Foto: André Ávila / Agencia RBS

A segunda-feira (3) trouxe mais do que um novo começo de semana em Porto Alegre. O sol também reapareceu, depois de um maio no qual o acumulado de chuva chegou a 233 milímetros, maior índice dos últimos 35 anos na cidade. Porém, mesmo que a chuva tenha cessado, ao menos por enquanto, a consequência dos aguaceiros está sendo sentida por quem precisa circular pela cidade. 

Os buracos no asfalto, que já não são raros, tendem a aparecer em maior número depois de períodos chuvosos. Em razão disso, a reportagem circulou por grandes avenidas de quatro regiões da cidade durante a manhã de ontem. Ficou visível como os transtornos causados pela chuva seguiam afetando o trânsito no primeiro dia útil da semana.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Na Avenida Protásio Alves, na Zona Leste, um buraco no sentido Centro/bairro da pista bloqueava uma das pistas nas proximidades com a Avenida Manoel Elias. A cratera estava sinalizada com um cavalete do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). O diâmetro da entrada era semelhante a uma bola de basquete, mas a profundidade chamava atenção, com cerca de dois metros. Como o excesso de chuvas sobrecarregou a rede pluvial, o asfalto cedeu no local. 

Na mesma região, ao menos quatro buracos mais expressivos, que alteravam o trajeto dos motoristas bruscamente, foram localizados pela reportagem. Três deles estavam na Avenida Assis Brasil e um na Avenida Plínio Brasil Milano. 

Outro ponto onde um problema no asfalto alterava a circulação era na Avenida Ipiranga, região leste de Porto Alegre. Próximo da PUCRS, no sentido centro/bairro, uma fissura na pista mais próxima do Arroio Dilúvio acumulava água e pedaços de um cavalete da EPTC, provavelmente, atingido por um motorista desatento.

Leia também
Veículos invadem a contramão para desviar de buracos no Jardim Algarve, em Alvorada
Avenida Gildo de Freitas, em Viamão, tem obra de pavimentação deixada pela metade
Com 99 mortes por atropelamento desde 2010, RS-040 vira alvo de protestos

Cuidados

Para quem precisa circular constantemente pela cidade, a buraqueira é uma inimiga. É o caso de Cláudio Oliveira, 67 anos. Motorista de ambulância, ele conta que precisa "triplicar os cuidados" quando está ao volante.

— Além de estar atento com o paciente que carrego e com o movimento no trânsito, tem a buraqueira que está tomando conta das ruas de Porto Alegre — conta Cláudio.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Cláudio Oliveira (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
Cláudio redobra os cuidados ao dirigir por vias esburacadasFoto: André Ávila / Agencia RBS

O motorista diz que sentiu um agravamento na situação durante o mês passado, principalmente na Avenida Professor Oscar Pereira, na Zona Sul:

— A chuva fazia as bocas de lobo aqui transbordarem. Com a chuvarada, abriram um monte de buracos na Oscar Pereira.

Como trabalha circulando de moto por toda Capital, o motoboy Leonardo Toledo, 41 anos, já é cuidadoso em relação a sua segurança. Porém, com os buracos tornando-se mais frequentes em seu caminho, ele diz que ficou ainda mais atento:

— Cair de moto machuca muito, então, ando sempre ligado. Mas, com a buraqueira que tem nas ruas, está difícil, fica muito perigoso.

Número de reclamações dobrou em maio

Segundo a Divisão de Conservação de Vias Urbanas (DCVU) da prefeitura, o número de reclamações por buracos em vias por meio do telefone 156 dobrou durante o mês de maio. Conforme a administração municipal, em um mês normal são registradas cerca de mil reclamações. No mês passado, foram mais de 2 mil pedidos. 

A prefeitura destaca que "o desgaste das ruas de Porto Alegre acontece devido a pelo menos 20 anos de falta de cuidados". Em nota, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) diz que 85% da malha viária da cidade "está vencida", ou seja, nunca passou por manutenção funcional. Este tipo de ação está sendo planejada pela pasta e deve ter início ainda este ano. 

De momento, a secretaria diz que os reparos possíveis são paliativos, por meio das operações de tapa-buraco, que "já atenderam mais de 3 mil solicitações desde sua intensificação, em abril de 2018".

Avenida Assis Brasil

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Assis Brasil (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
No sentido bairro/centro, duas imperfeições na pista afetavam o trânsito. Perto do entroncamento com a Rua Sarapuí e na região do shopping Bourbon Wallig, onde o erosão do asfalto também está presente no sentido centro/bairro.Foto: André Ávila / Agencia RBS

Avenida Plínio Brasil Milano

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Plínio Brasil Milano (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
No trecho da pista onde há ligação com a Avenida dos Industriários, uma cratera alterava a circulação. O local estava sinalizado. Foto: André Ávila / Agencia RBS

Avenida Ipiranga

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Ipiranga (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
Nas proximidades da PUCRS, no sentido centro/bairro, um buraco afetava o trânsito, obrigando os motoristas a trocarem de pista na passagem pelo trecho.Foto: André Ávila / Agencia RBS

Avenida Protásio Alves

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Protásio Alves (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
A reportagem localizou duas aberturas que interferiam no trajeto dos veículos na região, ambas na sentido centro/bairro, perto da Avenida Manoel Elias.Foto: André Ávila / Agencia RBS

Avenida Professor Oscar Pereira

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Oscar Pereira (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
Além de diversas fissuras menores e água escorrendo pelas laterais da pista, um buraco no sentido sul/norte, perto do número 3.846, estava sinalizado um cone e restos de um cavalete do Dmae.Foto: André Ávila / Agencia RBS

Avenida Wenceslau Escobar

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 2019.06.03 - Depois de um longo período de chuvas, buracos afloram pela Capital. Na foto: Buraco na avenida Wenceslau Escobar (Foto: ANDRÉ ÁVILA/ Agência RBS)
A água acumulada numa abertura perto do número 1.569, sentido sul/norte, fazia os motoristas desviarem. Como ainda estava coberto por água da chuva, não era possível aos motoristas terem noção da profundidade do buraco.Foto: André Ávila / Agencia RBS


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros