Saiba como funciona a seleção de novos narradores de rodeios - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Piquetchê do DG22/07/2019 | 07h00Atualizada em 23/07/2019 | 12h14

Saiba como funciona a seleção de novos narradores de rodeios

Inscrições para quem deseja credenciamento pelo MTG para realizar a atividade vão até 9 de agosto. Interesse pela função vem crescendo

Saiba como funciona a seleção de novos narradores de rodeios Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Tiago começou a narrar em 2004 Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Assim como narradores de futebol, de vôlei, automobilismo, os narradores de rodeio precisam ter habilidades específicas para o desempenho da atividade: uma boa voz, excelente memória, conhecimento sobre o regimento, o tradicionalismo e os competidores. Atualmente, o Estado tem 192 narradores credenciados pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), dentre eles, uma única mulher, Laine Araújo. A função é muito apreciada no meio e o interesse não para de crescer. 

Até o dia 9 de agosto, o MTG estará recebendo inscrições para a nova seletiva para a função. O credenciamento e a prova ocorrerão no dia 24 de agosto, na Associação Tradicionalista Estância do Minuano, em Santa Maria. Os narradores, conforme editorial do ex-presidente do MTG Manoelito Savaris, surgiram praticamente junto com os torneios de tiro de laço e gineteadas, que evoluíram para os rodeios. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Desde os anos 2000, o MTG tem um departamento específico para narradores. A ideia era que eles pudessem ter um ponto de apoio para qualificação, organização e troca de experiências. O departamento é formado por uma diretoria e pelo conselho de vaqueanos que faz a avaliação dos narradores na seletiva.

– Essa admissão não é para ser excludente, apenas tenta inserir no meio um padrão. Um pequeno evento, que seja, necessita de, pelo menos, três narradores. Alguns eventos maiores têm até 10 – explica o presidente do Conselho de Vaqueanos do Departamento de Narradores do MTG, Tiago Baggiotto, 39 anos.

Ganho por evento

Os narradores são contratados por evento e têm livre mercado. Em média, segundo Baggiotto, que também é narrador desde 2004, eles ganham R$ 1,5 mil por evento. Como são vários profissionais contratados para dar conta de um dia inteiro de provas, a tendência é de que a jornada não seja exaustiva. 

– Têm rodeios que começam às 8h e terminam às 20h. Geralmente, (o profissional) narra uma hora e precisa folgar, no mínimo uma hora. Se possível, duas. Então, há um revezamento – relata Tiago.

Quanto ao exercício da atividade, não há grandes restrições ou exigências. Narradores não credenciados podem fazer intervenções, mas não podem narrar um evento como os credenciados.

Leia também
Com participação de Berenice Azambuja, Analise Severo lança projeto "Bem Gaúcha"
Após fazer parte de gestão de peões, mulher transexual recebe homenagem como prenda
"É a realização de um sonho", diz 1ª Prenda do Estado sobre a conquista da faixa

– Se tenta uma uniformização, mas não chega a ser radical. Antes, havia uma restrição total (na participação dos que não eram credenciados), mas, depois, começou-se a pensar em como se formariam novos narradores, se eles não tivessem a chance de narrar. Então, hoje se dá a oportunidade – detalha Tiago. 

Quer participar?

A seleção tem três etapas: prova escrita, entrevista e prática. Segundo Tiago, a prova escrita avalia o conhecimento do candidato sobre o regimento interno, regulamento campeiro e conhecimento tradicionalista. A entrevista é realizada por membros do MTG. 

E a prova prática, avaliada pelos conselheiros, analisa dicção, oratória, desenvoltura, conhecimento campeiro, técnico, leitura, entre outros componentes. 

Para participar, o candidato deve ter realizado o Curso de Formação Tradicionalista (CFOR) anteriormente. A próxima turma será em 10 de agosto, em Tupandi. Homens e mulheres podem participar, e a idade mínima é 18 anos.

Documentos necessários

/// Cartão de Identidade Tradicionalista válido
/// Certificado do CFOR
/// Proposta de credenciamento devidamente preenchida
/// Ficha de indicação das entidades filiadas ao MTG (estão disponíveis no site da entidade)
/// Parecer favorável do coordenador da região onde o candidato reside
/// Taxa de inscrição via depósito bancário na conta do Departamento de Narradores (Banrisul – Agência 0838 C/c 06.124213.0-0. O valor é R$ 250)



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros