Idoso de Gravataí espera por um leito hospitalar desde junho  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso30/08/2019 | 09h26Atualizada em 30/08/2019 | 09h26

Idoso de Gravataí espera por um leito hospitalar desde junho 

O agricultor aposentado Moisés Peixoto de Souza, 87 anos, possui um tumor no pescoço e espera por vaga em hospital da Capital

Idoso de Gravataí espera por um leito hospitalar desde junho  Sônia Monteiro/Arquivo pessoal
Idoso recebeu, recentemente, atendimento de urgência Foto: Sônia Monteiro / Arquivo pessoal

— Me sinto triste, decepcionada — desabafa a auxiliar de serviços gerais Sônia Monteiro, 53 anos, sobre o descaso com a saúde do seu pai. O agricultor aposentado Moisés Peixoto de Souza, 87 anos, morador de Gravataí, possui um tumor no pescoço e, de acordo com o encaminhamento médico emitido pelo hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre, deveria estar internado desde o dia 11 de junho deste ano para realizar sessões de radioterapia, mas foi informado pelo hospital de que não havia leitos. Desde então, ele aguarda em casa por uma vaga. 

LEIA MAIS
Falta de água afeta moradores do Morro Agudo, em Porto Alegre
Paciente em hemodiálise pede apoio de transporte municipal até o hospital  
Após um ano e meio de espera por cirurgia, Helena recupera a visão  

A filha conta que, desde de data do encaminhamento até as ultimas semanas, o quadro de saúde do pai só piorou. Nesses dois meses e meio de espera, Moisés teve sangramentos no local do abscesso, acumulando idas ao posto de saúde, já que o deslocamento até o hospital é complicado pela distância e pela dificuldade em transportar seu pai devido à lesão no pescoço. Sônia teme que o longo tempo esperando pela internação pode ter agravado o estado de saúde do aposentado. 

Piora 

Após mais um sangramento, o idoso foi para a emergência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Gravataí no dia 22 de agosto. No dia 24, ele oi para o Hospital Dom João Becker, em Gravataí, para fazer alguns exames. Porém, durante este período de análises, seu estado de saúde piorou. O aposentado teve o diagnóstico de infecção pulmonar e anemia e foi internado na emergência para tratar o agravado quadro de saúde. 

Após três dias internado, ele recebeu alta no dia 27 e voltou a esperar em casa por um leito no hospital Conceição. 

Moisés seguirá aguardando por leito

Gerente de internação do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Rafael Ribeiro explica que foi fornecido um laudo para hospitalizar Moisés no dia 11 de junho, para a realização de exames diagnósticos complementares. O objetivo dos testes seria avaliar a melhor forma de tratar a doença. 

Ainda segundo Ribeiro, após agravamento do quadro clínico do aposentado nas últimas semanas, foi solicitado ao Núcleo de Internação e Regulação de Leitos do Conceição a prioridade na internação. Porém, o hospital foi informado que o paciente já estava internado no Hospital Dom João Becker desde o dia 24 de agosto. 

Rafael também esclarece que a prioridade das internações para especialidade médica que Moisés consultou são os pacientes com necessidade de tratamento cirúrgico, por isso o idoso precisa esperar. Questionado sobre os prejuízos causados pela demora de internação do paciente, Rafael informou que é difícil de afirmar sem poder avaliar presencialmente o paciente e sem os exames diagnósticos complementares. 

De acordo com o Hospital Dom João Becker, Moisés foi avaliado no plantão médico do Hospital Dom João Becker no dia 24 de agosto devido a uma sangramento. O paciente passou pelo setor de emergência e foi reavaliado para definição de conduta, recebendo alta no 27. O Hospital Dom João Becker não possui habilitação para oncologia, serviço de alta complexidade, e por isso o paciente precisa de atendimento médico em outro hospital. 

Produção: Thayná Souza

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros