Moedas depositadas em fonte de área comercial estão espalhando solidariedade por Canoas - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Ajuda08/08/2019 | 05h00Atualizada em 08/08/2019 | 09h38

Moedas depositadas em fonte de área comercial estão espalhando solidariedade por Canoas

O que começou como uma brincadeira para a pequena Elisa, acabou ganhando dimensões maiores, já ajudou uma família e diversas entidades beneficentes


 CANOAS, RS, BRASIL, 06/08/2019: Fonte dos desejos em Canoas: Vamos contar como o espaço decorativo de uma galeria de lojas virou uma fonte dos desejos em Canoas. Com as moedas que estão sendo jogadas lá, lojistas estão ajudando entidades beneficentes.  (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Elisa jogou duas moedas e, sem saber, começou a montar uma rede de solidariedadeFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

O que era para fazer parte do projeto arquitetônico de um conjunto de lojas, no bairro Igara, em Canoas, se revelou um ponto de esperança para muitas pessoas da cidade. Desde o ano passado, moedas começaram a ser depositadas na fonte localizada no Asun Center Igara, bem em frente à entrada do supermercado, por consumidores que aproveitavam as compras para fazer pedidos. Tudo começou com a ação inesperada da pequena Elisa, hoje com cinco anos. 

Elisa e o pai Rogério da Rosa, 36 anos, estavam visitando o Centro com objetivo de alugar uma peça para instalação da loja de colchões, a qual ele é proprietário. A família tinha visitado há pouco tempo a cidade de Gramado, onde Elisa havia conhecido a Fonte do Amor Eterno, e depositado uma moedinha. Ao ver a fonte próxima da futura loja do pai, logo pediu uma.

— Eu tinha duas e entreguei para ela. A minha ideia era deixar ela jogar e depois tirar da água, pois não sabia se era permitido fazer aquilo. Mas assim que ela jogou, outras crianças viram e começaram a jogar também — recorda.

Assim como preconiza a superstição, a pessoa precisa fechar os olhos, fazer o pedido e de costas jogar a moeda. Foi exatamente o que ela Elisa fez naquele dia. O pedido?

— Se eu contar ele não se realiza de verdade — advertiu.

O que se sabe é que o gesto de Elisa impulsionou uma sequência de novas e boas atitudes.

Destinação

 CANOAS, RS, BRASIL, 06/08/2019:  Rogério Santos da Rosa , Elisa Anderson da Rosa e Adão Luiz Oliveira de Souza. Fonte dos desejos em Canoas: Vamos contar como o espaço decorativo de uma galeria de lojas virou uma fonte dos desejos em Canoas. Com as moedas que estão sendo jogadas lá, lojistas estão ajudando entidades beneficentes.  (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Rogério, Elisa e Adão engajados com apoio da comunidadeFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

Ao ver no que a fonte havia se transformado, o gerente do supermercado Adão Luiz Oliveira de Souza, 55 anos, decidiu dar um novo passo.

— Começamos a ver a movimentação e a empresa então resolveu dar um fim solidário às moedas — disse.

Um funcionário do mercado, que já fazia a manutenção da fonte, passou a recolher as moedas a cada 30, 40 dias. Desde então, cerca de 10 doações foram realizadas a pessoas, asilos, creches. A cada limpeza, em média, R$ 500 são coletados. A maior arrecadação foi de R$ 770. Uma das contempladas foi a família da bebê Isabeli. Isa nasceu prematura de 34 semanas e, desde então, não consegue se desenvolver normalmente. Os pais estão juntando dinheiro para realizar exames que ajudem a identificar a síndrome. Isa tem 1,7 meses ano e o tamanho de um bebê de 1 mês.

— Ela já realizou mais de 100 exames, todos que existiam disponíveis pelo SUS, e nenhum conseguiu mostrar o que ela tem. A Isa precisa de fisioterapia, fonoaudiologia e não estávamos conseguindo pelo SUS. Não sabíamos da fonte até receber a primeira doação e foi muito importante para nós, pois estamos dependendo de ajuda e das nossas economias para sobreviver — explicou Franciele da Rosa, 30 anos.

A família mantém uma vaquinha online e as páginas no Facebook e Instagram "Todos pela Isa", onde relata a rotina da menina e faz contato para as doações.

Leia mais
Associação de Viamão oferece aulas gratuitas de capoeira para crianças
Baile de Debutantes Comunitário precisa de apoio para realizar o sonho de 15 jovens
Projeto da Brigada Militar de Alvorada distribui duas toneladas de alimentos em dois meses

Comunidade envolvida

Na fonte, os organizadores colocaram uma urna para que a comunidade pudesse indicar instituições e entidades com necessidade de receber as doações. No local, também é realizada uma espécie de prestação de contas aos doadores. Quando a reportagem esteve por lá, um cartaz dizia qual havia sido o último valor arrecadado e para onde o valor tinha sido destinado. No mês de junho, pela segunda vez, foi a família de Isa que recebeu a doação. 

Cada vez que a fonte é limpa, as moedas são contadas e guardadas no cofre do mercado até que recebam um novo destino. 

— Algumas pessoas deixaram de jogar porque viam que as moedas estavam sendo retiradas, mas é importante mostrar que elas estão sendo tiradas para irem para entidades — explica Rogério.

Segundo o gerente do supermercado, cerca de duas mil pessoas passam pelo conjunto de lojas diariamente.

Confira mais notícias do Diário Gaúcho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros