Pavimentação será retomada em 15 ruas de Alvorada - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura16/09/2019 | 05h00Atualizada em 16/09/2019 | 05h00

Pavimentação será retomada em 15 ruas de Alvorada

Obras serão divididas em três lotes. Em outras quatro vias, porém, serviço não será realizado


Quinze ruas que tiveram a pavimentação interrompida terão suas obras retomadas em Alvorada. Serão investidos R$ 2,5 milhões, com recursos do governo federal e estadual, com contrapartida da prefeitura.   

Uma das vias que será finalizada é a Avenida Piratini, que está com a obra abandonada há oito anos. Apenas uma das faixas da rua foi pavimentada. A outra está coberta de barro e intransitável. No trecho, diversos imóveis estão para alugar e os moradores enfrentam dificuldades como alagamentos após chuvas fortes e a impossibilidade de chamar transporte por aplicativo.

Na foto, Avenida Piratini que terá obras reiniciadas nesta semana, após oito anos de abandono.
Avenida Piratini estava com as obras paradas há oito anosFoto: Jeniffer Gularte / Agência RBS

Proprietário de uma ferragem na Avenida Piratini, Paulo Almeida, 68 anos, afirma que só não fechou o estabelecimento porque é dono do prédio:

— Muitos comércios desistiram porque de um lado da rua é impossível trafegar, os clientes não chegam.

Com o recomeço da obra, ele espera que a região volte a ser valorizada. Nos últimos anos, lojas e lancherias mudaram de endereço em função da descrença de que a pavimentação total da avenida viraria realidade. 

As 15 vias foram dividas em três lotes  e terão sua pavimentação feita pela empresa Conterra. O secretário de obras de Alvorada, Liberto Mendes, explica que em muitas dos trechos já foi feito drenagem, meio-fio e colocação de base para os asfalto, faltando apenas a camada final de pavimento:

— São todas ruas que estão “semi-prontas”. As que ainda precisam de terraplanagem serão prioridade.

A meta da prefeitura é entregar as ruas ainda este ano. 

Ficaram para trás

Nem todas as vias de Alvorada que ficaram com a pavimentação pela metade serão beneficiadas por este investimento. As Ruas Barão do Cerro Largo, Guaíba, Tupi e Manoel Bernardes – que foram tema de reportagem do Diário Gaúcho em julho – ficaram para trás. Ao menos neste primeiro momento.

Leia mais
Em Alvorada, obras de pavimentação de 14 ruas estão paradas desde 2018
Ruas esburacadas no Jardim Algarve seguem sem previsão de reparos
Pavimentação em frente ao Instituto Federal de Alvorada fica na promessa

Próximo lote

A Barão do Cerro Largo, bairro Intersul, passou a sofrer intervenções em fevereiro 2017, mas a obra foi interrompida há 11 meses. A via foi alargada, recebeu meio-fio, brita e cascalho mas os trabalhos pararam antes da camada do pavimento.

Rua Barão do Cerro Largo não estará entre as ruas que terão obras retomadas. Na foto, Claiton Prates Junqueira, 23 anos, que já trocou o pneu do carro seis vezes durante no último ano.
Claiton ainda não verá o fim do problema na sua ruaFoto: Jeniffer Gularte / Agência RBS

O segurança Claiton Prates Junqueira, 23 anos, conta que já precisou trocar o pneu do seu carro seis vezes desde então:

— As pedras de cascalho rasgam o pneu. Na frente de casa, tivemos que fazer rampas de acesso para conseguir entrar na garagem.

O secretário de obras destaca que estas ruas entrarão em um quarto lote, a ser licitado em setembro. Os trabalhos devem ser reiniciados ainda em 2019. 

Confira a lista

/// Lote 1
Valor: R$ 1.193.513,35
Vias: Rua Murilo Furtado, Rua General Vitorino, Rua Baobá, Rua Dois (Jatobá), Rua Tramandaí, Rua Três, Rua Wenceslau Escobar, Rua Airton Senna, Rua Anita Malfatti 

/// Lote 2
Valor: R$ 1.002.262,43
Vias: Avenida Piratini (Trecho), Rua Tarumã, Rua Umbandista 

/// Lote 3
Valor: R$ 342.281,09
Vias: Rua Catumbi, Rua Estados Unidos, Rua Pedro Alvares Cabral

/// Não serão pavimentadas nesta fase: Rua Barão do Cerro Largo, Rua Guaíba, Rua Tupi, Rua Manoel Bernardes

Leia outras notícias no Diário Gaúcho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros