Biografia de Teixeirinha será lançada na Feira do Livro de Porto Alegre  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Piquetchê do DG28/10/2019 | 05h00Atualizada em 28/10/2019 | 05h00

Biografia de Teixeirinha será lançada na Feira do Livro de Porto Alegre 

História do ídolo popular é contada pelo jornalista de Zero Hora, Daniel Feix

Biografia de Teixeirinha será lançada na Feira do Livro de Porto Alegre  Divulgação/Ver Descrição
Teixeirinha faleceu em 1985 Foto: Divulgação / Ver Descrição

Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha (1927-1985), tem seu nome marcado na história do cinema, do rádio e, principalmente, da música do Rio Grande do Sul. Após seu primeiro e maior sucesso, a canção Coração de Luto, lançado em 1960, passou a ser conhecido e cativar fãs por todo o Brasil, algo até hoje incomum para artistas regionais daqui. Para se ter uma ideia do fenômeno, apesar de as estatísticas da época não serem precisas, estima-se que apenas esta canção teria vendido mais de 10 milhões de cópias.

Durante toda a carreira, foram mais de 50 LPs gravados, 12 filmes estrelados, um programa de TV e a inesquecível parceria com Mary Teresinha. Para quem presenciou e quer recordar o fenômeno ou para os que apreciam uma boa história, o jornalista de Zero Hora e crítico de cinema Daniel Feix lança, na Feira do Livro da Capital, no próximo dia 10, a biografia Teixeirinha - Coração do Brasil. Resultado de 15 anos de pesquisas, a obra ouve depoimentos dos mais variados. 

Confira alguns destaques da trajetória do artista, de acordo com o autor do livro.

Leia outras notícias do Piquetchê
Fotografia e tradicionalismo: a rotina dos colecionadores de memórias
Clássicos da literatura infantil com toque gaudério
A história da primeira mulher credenciada pelo MTG como narradora de rodeios

Proximidade com o público

"O Teixeirinha teve uma infância muito difícil. Não conseguiu estudar, ficou órfão muito cedo, como ele mesmo conta na música mais popular dele, Coração de Luto. Acho que isso fez com que ele estabelecesse um tipo de comunicação com o público. A história dele tocava as pessoas. Tinha muito carisma, fazia as pessoas se sentirem próximas dele"

Parceria com Gildo de Freitas

"O Gildo (1919 - 1982) foi o rei dos trovadores, e o Teixeirinha foi uma espécie de discípulo dele. A relação dos dois é super controversa. Teve uma época em que os dois saíram a viajar pelo Interior, passaram um ano inteiro. Todo mundo que viu, diz que era fantástico ver os dois juntos. Uma das pessoas entrevistadas para o livro foi o Nico Fagundes (1934 - 2015), que disse que os duelos de trova entre o Gildo e o Teixeirinha foram a coisa mais bonita que ele viu na vida."

Figura do gaúcho

"Ele personalizava um tipo de artista que cantava a sua própria vida. A partir dele, isso começou a ser muito popular no Rio Grande do Sul. Antes, nomes como o Gildo de Freitas foram este tipo de artista, aquela figura do gaúcho, mas o Teixeirinha personalizou isso de maneira mais forte. Era aquele artista que contava seus feitos, cantava sua própria experiência."

Sucesso no Brasil inteiro

"A expressão cultural do Teixeirinha não era só gaúcha, ela dialogava bem com o regionalismo de outras partes do Brasil. Ele fazia música caipira. No Norte, no Centro-Oeste as pessoas ouviam e se sentiam muito familiares àquilo. Nenhum artista regional gaúcho conseguiu nem perto do (sucesso) que o Teixeirinha conseguiu."

Músico acima de tudo

"Ele era um cantor muito forte. A intensidade da interpretação era tocante. Ele compunha vários gêneros. Tango, bolero, samba, modinha de viola, valsa. Cada disco tinha 12 músicas e não tinha um gênero que se repetisse mais do que duas vezes. Em muitos discos, ele é apresentado pilchado como gaúcho. Em outros, ele é um cantor romântico. Isso fazia com que muito mais gente consumisse a música dele."

Mary Teresinha

"Nos anos 1980, quando Teixeirinha e Mary Teresinha se separaram, o Rio Grande do Sul se mobilizou. É um dos momentos mais ricos do livro. Quem viveu naquela época vai lembrar. Nos dias de entrevista do Teixeirinha e da Mary Teresinha, o Jornal do Almoço chegou a ter 90% da audiência, em alguns momentos."

Não deixe de conferir

/// O quê: lançamento da biografia Teixeirinha - Coração do Brasil (Diadorim Editora, R$ 45 em pré-venda no site diadorimeditora.com.br, R$ 48 na Feira do Livro de Porto Alegre, R$ 60 o preço de capa), de Daniel Feix, com desafio de trovadores. No mesmo evento, também será relançada a biografia de Gildo de Freitas escrita por Juarez Fonseca. 

/// Quando: 10 de novembro, às 18h (debate e desafio de trovas)

/// Onde: Teatro Carlos Urbim da Feira do Livro de Porto Alegre (Avenida Sepúlveda)

Natal do Bem: faça a sua doação!

Já está rolando a 5ª edição da campanha Natal do Bem, uma iniciativa da RBS TV, em parceria com a Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, veículos do Grupo RBS e rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul. Em quatro anos, foram doadas 884 toneladas de alimentos, beneficiando 900 entidades, graças à iniciativa.

Em 2019, a novidade é a parceria com o Desafio Farroupilha. Os quatro grupos finalistas mobilizarão CTGs e Piquetes de todo o Estado, estimulando a arrecadação de alimentos. As doações podem ser feitas nas sedes do Grupo RBS, RBS TV locais e nos CTGs participantes.

Já no dia 14 de dezembro vai rolar a Cavalgada do Bem, que percorrerá diversos municípios gaúchos, recolhendo alimentos doados. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros