Com aula no supermercado, turminha tem lições práticas de matemática e de economia doméstica - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Cinco e seis anos25/11/2019 | 21h25Atualizada em 25/11/2019 | 21h25

Com aula no supermercado, turminha tem lições práticas de matemática e de economia doméstica

Alunos fizeram lista de compras em sala de aula e pagaram com o dinheiro levado de casa

Com aula no supermercado, turminha tem lições práticas de matemática e de economia doméstica Mateus Bruxel/Agencia RBS
12 alunos, com idade entre cinco e seis anos, participaram da aula prática Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Não foi sem esforço que os 12 alunos do Jardim B da Escola de Educação Infantil Tio Chico, ligada à Brigada Militar, que fica no bairro Partenon, em Porto Alegre, circularam pelo supermercado, na tarde desta segunda-feira (25). Cada uma das crianças, com idades entre cinco e seis anos, carregava sua própria cestinha, o que exigia habilidade e responsabilidade, tendo em vista o tamanho do objeto. 

O objetivo do passeio era colocar em prática ensinamentos de matemática e de economia doméstica trabalhados em sala de aula, sob a coordenação da professora Monique Dione Oliveira da Silveira. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Lista de compras

O trabalho árduo começou logo na chegada, quando cada um recebeu a sua lista de compras, que também já havia sido feita na escola. 

– Como eles ainda não sabem ler, montamos uma lista com as imagens dos produtos que eles devem comprar. Quando eu disse que viríamos ao supermercado de verdade, eles nem acreditaram. Ficaram extremamente felizes e  ansiosos –  conta a professora.

Cada item foi escolhido após uma pesquisa, que levou em conta o gosto dos pequenos clientes, as necessidades deles e, é claro, o preço: sabonete, creme dental, maçã, pão de queijo, suco e um bolinho. Para as compras, os pais e responsáveis disponibilizaram R$ 10 por aluno. 

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 25-11-2019: Alunos da Escola de Educação Infantil Tio Chico tem aula de economia no supermercado. Eles fizeram lista de compras e puderam gastar até R$ 10,00. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Nada escapou da curiosidade da gurizadaFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

E os pequenos levaram a sério a missão de levar para casa só o que realmente precisavam. Quando passaram pelas frutas, um deles soltou:

– Olha só, aqui tem uva! Igual ao que a gente comeu ontem no lanche.

– Mas isso não está na nossa lista! – respondeu o atento Rafael, cinco anos.

Leia também
Alunos de escola estadual da Capital criam curtas-metragens e vão simular cerimônia do Oscar
Em oficinas gratuitas, crianças aprendem a tocar instrumentos ligados a religiões de matriz africana
Resultado de oficinas de arte, obras feitas por crianças que vivem em abrigo da FASC vão participar de exposição

Esse comportamento é justamente o que as professoras queriam ensinar, como explica Monique:

– É comum que os pais levem as crianças ao supermercado, mas, muitas vezes, quando pedem alguma coisa e recebem um “não”, eles não entendem os motivos. Com esta atividade, saberão que isso não cabe no orçamento, ou não é tão necessário. 

Caro ou barato?

Curiosos, observadores e cheios de energia, os alunos não deixavam passar nenhum detalhe com suas perguntas:

– A gente vai poder levar essas coisas pra casa?

– Já pode comer?

– Por que precisa colocar na balança?

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 25-11-2019: Alunos da Escola de Educação Infantil Tio Chico tem aula de economia no supermercado. Eles fizeram lista de compras e puderam gastar até R$ 10,00. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Professora incentivou os pequenos a compararem preços e escolher os produtos mais baratosFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Diante de cada item da lista, as professoras mostravam todas as opções de produto e os preços – apesar de ainda não saberem o que os centavos significam, eles já sabem quais números são maiores e quais são menores.

–  Qual é mais caro, o sabonete de R$ 1 ou o de R$ 2? – questionou Monique, no corredor dos produtos de higiene pessoal.

A resposta certa foi dada em coro, e os pequenos puderam escolher seu cheirinho favorito. 

– A matemática pode ser uma coisa muito abstrata. Eles podem reconhecer os números na lousa, mas não saber direito o que aquilo significa. Essa atividade leva os números para a prática – diz a professora.

Ao final das compras, cada um passou no caixa e pagou por suas compras com os R$ 10 que havia levado de casa.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 25-11-2019: Alunos da Escola de Educação Infantil Tio Chico tem aula de economia no supermercado. Eles fizeram lista de compras e puderam gastar até R$ 10,00. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Sarah escolheu seus produtos com o maior cuidadoFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Palavras mágicas

Outro aprendizado do dia foi a gentileza: os pequenos eram incentivados a todo momento a dizer boa tarde, pedir por favor e agradecer aos funcionários do supermercado pelos serviços prestados.

– É algo que a gente trabalha muito com eles em sala de aula. Sempre que saímos da escola, reforçamos a importância do uso das “palavras mágicas” – diz a estagiária Bruna Santos de Lima, que acompanhou o passeio.

Experiente por ir “várias vezes” ao supermercado com sua família, Sarah, seis anos, abriu um sorriso de orgulho ao ver todas as compras na sacola:

– Olha, e ainda sobrou umas moedinhas!

Depois de tanto trabalho, a turminha aproveitou a ida ao hipermercado, que fica dentro de um shopping, para relaxar, com um belo sorvete e uma visita ao Papai Noel.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros