O Diário Gaúcho te ajuda a entender a situação do coronavírus - Notícias

Versão mobile

 
 

Explica Aí24/01/2020 | 05h00Atualizada em 24/01/2020 | 05h00

O Diário Gaúcho te ajuda a entender a situação do coronavírus

Saiba mais sobre a doença que está colocando em alerta autoridades mundiais de saúde

O Diário Gaúcho te ajuda a entender a situação do coronavírus NICOLAS ASFOURI/AFP
China toma medidas para evitar a propagação do vírus Foto: NICOLAS ASFOURI / AFP

O coronavírus já se manifestou em ao menos nove países: China, Vietnã, Cingapura, Arábia Saudita, Japão, Tailândia, Taiwan, Coreia do Sul e Estados Unidos. Informações mais recentes dão conta de que a doença já matou 25 pessoas na China, seu país de origem. Total de pessoas infectadas já ultrapassou as 600. Saiba mais sobre o coronavírus: 

O vírus transmite fácil?
Segundo o Centro para Vigilância e Prevenção de Doenças (CDC), equivalente dos Estados Unidos à Anvisa, não está claro se o novo coronavírus transmite fácil ou não. Outra pergunta em aberto é: para transmitir, é preciso estar doente ou apenas ter o vírus no corpo? A resposta a isso é o que definirá a gravidade do vírus.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Onde surgiu?
Na cidade de Wuhan, na província de Hubei, na China. A metrópole de 11 milhões de habitantes está isolada. Trens e voos foram interrompidos e detectores de febre foram instalados nas estações de embarque e no aeroporto. Nas estradas, a temperatura corporal é medida pelos postos de controle, e para sair da cidade o transporte não pode ser feito de carro. Para evitar qualquer concentração de pessoas, as autoridades anularam as comemorações do Ano-Novo chinês na cidade. As autoridades também proibiram qualquer espetáculo e fecharam um museu.

O vírus pode chegar ao Rio Grande do Sul?
Dos cinco casos suspeitos e descartados de portar no Brasil o novo tipo de coronavírus, um era no Rio Grande do Sul. O indivíduo viajou a trabalho para a China e voltou com tosse e febre, mas sem sinais de gravidade nem motivo para ser internado, explicou por nota a Secretaria Estadual da Saúde na quinta-feira (23). O governo estadual não revelou o sexo, idade nem data de viagem da pessoa.

 Quais os cuidados?
Lavar as mãos (sobretudo quem passar por aeroportos), evitar contato dos dedos com mucosas do nariz, olhos e boca e usar álcool em gel.

Leia outros "Explica Aí":
O Diário Gaúcho te ajuda a entender o processo de impeachment de Donald Trump
O Diário Gaúcho te ajuda a entender a alta no preço da carne
O Diário Gaúcho te ajuda a entender a Campanha da Legalidade

A vacina contra a gripe protege?
Não. Segundo Alexandre Zavascki, chefe da Infectologia do Hospital Moinhos de Vento e professor da UFRGS, o vírus da gripe não é o coronavírus, e sim o influenza. Portanto, a vacina regular tomada antes do inverno não protege. 

 Onde foi a primeira infecção fora da China?
Na Tailândia, de uma mulher com pneumonia leve que voltou de uma viagem a Wuhan. Logo surgiram informações sobre casos em Japão, Coreia do Sul e Taiwan. Na terça-feira, foram anunciados um caso na Austrália e outro nos Estados Unidos. Na quarta-feira, Brasil e México registraram casos suspeitos – os do Brasil já foram descartados. 

O que outros países estão fazendo?
Reino Unido, Austrália, Rússia, Cingapura e Turquia adotaram medidas em fronteiras e aeroportos para evitar a entrada do coronavírus. Dentre as ações, estão a criação de zonas especiais exclusivas para passageiros vindos da China, o uso de câmaras térmicas para identificar alta temperatura corporal (a pneumonia por coronavírus gera febre alta). O aeroporto de Heathrow, em Londres e o maior da Europa, tem uma zona especial agora para passageiros vindo da China. Em Cingapura, todos os passageiros vindo da China serão separados. Os Estados Unidos planejam colocar sensores de calor em aeroportos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros