Morador de Alvorada espera por consulta oftalmológica desde 2018 - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso07/02/2020 | 10h52

Morador de Alvorada espera por consulta oftalmológica desde 2018

SMS garante que fez três tentativas de contato com o paciente

Morador de Alvorada espera por consulta oftalmológica desde 2018 Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Daniel está preocupado com a saúde dos seus olhos Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Há mais de um ano, o técnico em eletrônicos Daniel Lucas Alves, 38 anos, espera por uma consulta com um médico oftalmologista. Morador do bairro Morumbi, em Alvorada, ele conta que foi encaminhado por meio do posto de saúde, após a passagem pelo clínico geral. O encaminhamento para o especialista foi realizado no dia 18 de dezembro de 2018, mas, até hoje, ele não recebeu um retorno da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre o agendamento da consulta. 

LEIA MAIS
Buraco em calçada oferece riscos aos pedestres no bairro Auxiliadora, na Capital
Casal faz campanha para comprar medicamento que pode curar doença rara da filha
Cruzamento no limite entre Porto Alegre e Viamão está confuso há décadas 

— Estou sentindo minha visão piorar com o passar do tempo. Em todas as vezes que procurei a secretaria, me informaram que eu estava na fila. Não procuro informações há mais ou menos três meses, porque a resposta era sempre a mesma. 

Segundo Daniel, o problema na visão foi percebido quando teve que passar pelo teste de renovação da carteira de habilitação: 

 — Fui ao Detran fazer os exames. Nunca usei óculos e, por isso, achava que estava tudo bem. Mas, durante o teste de visão, não enxerguei as letras menores com o olho direito. Mesmo assim, consegui passar, mas o médico orientou que eu procurasse um especialista para consultar. 

Dificuldades 

A partir da indicação, Daniel buscou a rede pública de saúde de Alvorada. 

— Não pensei que fosse demorar tanto tempo para fazer uma simples consulta. Se, hoje, eu tivesse que passar pelo exame do Detran novamente, não conseguiria minha carteira — afirma. 

Devido à falta do tratamento ou do uso de óculos, Daniel conta que convive com dois sintomas: 

— Tenho dificuldade para ler e para identificar pessoas que estão mais longe. 

Segundo o técnico, o problema na visão nunca lhe colocou em situações complicadas, mas ele teme a demora do diagnóstico: 

— Eu não tenho noção do meu problema de visão. Pode ser miopia, mas pode ser algo que precise de procedimento cirúrgico, como uma pressão nos olhos ou catarata. No início, o problema era só no olho direito, mas, agora, já sinto que sofro no olho esquerdo também. 

Paciente precisa atualizar cadastro

Procurada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde de Alvorada afirmou que foram feitas três tentativas de contato telefônico com Daniel para marcação da consulta. Entretanto, em todas as vezes, não houve sucesso. 

A pasta esclarece que, agora, para que ele possa marcar a consulta, deverá entrar em contato com a SMS para atualizar seu cadastro e prosseguir com o agendamento. A SMS conclui afirmando que a espera pela consulta depende do quadro clínico. 

Produção: Caroline Tidra 

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros