Hospital de Clínicas deve abrir mais 10 leitos para tratar coronavírus na quinta-feira - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Terapia intensiva30/03/2020 | 20h38Atualizada em 30/03/2020 | 20h38

Hospital de Clínicas deve abrir mais 10 leitos para tratar coronavírus na quinta-feira

Novas unidades ficarão no Bloco B, anexo inaugurado recentemente e que está sendo equipado com repasse de R$ 57 milhões do Ministério da Educação

Hospital de Clínicas deve abrir mais 10 leitos para tratar coronavírus na quinta-feira Clóvis S. Prates/CCom-HCPA/Divulgação
Hospital de Clínicas planeja ter 105 leitos de CTI para tratamento de coronavírus até início do inverno Foto: Clóvis S. Prates / CCom-HCPA/Divulgação

Dez novos leitos de Centro de Terapia Intensiva (CTI) deverão estar prontos para receber pacientes infectados pelo coronavírus no Hospital de Clínicas, em Porto Alegre, a partir da próxima quinta-feira (2). As novas unidades estão sendo instaladas no Bloco B, anexo recentemente inaugurado e que, até então, não estava operando porque aguardava a aquisição de equipamentos hospitalares. Com a pandemia de covid-19, houve a liberação de R$ 57 milhões pelo Ministério da Educação, ao qual o Clínicas é vinculado.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Antes de entrar em operação, a área com a dezena de novos leitos depende da emissão de um habite-se parcial para o Bloco B, procedimento que está em fase final de trâmite com a prefeitura de Porto Alegre, informa a assessoria de imprensa do Hospital de Clínicas.

Atualmente, a instituição, uma das referências no Estado para o enfrentamento da pandemia, tem 53 leitos de CTI para atendimento de todas as necessidades de saúde. Deste total, 16 foram reservados para atenção especial ao covid-19. Outros 50 leitos adultos de internação estão destinados a pacientes de coronavírus. 

Somando essas duas estruturas já em funcionamento e mais os 10 previstos para operar a partir de quinta, o Hospital de Clínicas conta com 76 leitos dedicados a receber afetados pela pandemia, sendo 26 de CTI e 50 de internação adulto. O objetivo do hospital é alcançar 105 leitos de CTI até o início do inverno, o que será feito com o aporte de R$ 57 milhões, sendo R$ 47 milhões para a compra de equipamentos e R$ 10 milhões para custeio.

Leia também
Em parceria com empresas privadas, prefeitura da Capital faz ações de higienização contra o coronavírus
Sócio da empresa Sucos Petry é o terceiro caso de morte por coronavírus no RS
Iniciativa direciona doações para famílias do Morro da Cruz, em Porto Alegre

Para atingir o objetivo, o Clínicas precisará providenciar mais leitos de CTI, o que dependerá da criação de novas vagas e do remanejamento de estruturas já existentes no hospital. Segundo a assessoria, grande parte dos equipamentos já está na casa de saúde, mas ainda é necessário verificar necessidades extras e convocar concursados dos cadastros de reserva para preencher as vagas de profissionais nas novas unidades.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros