Hospital de Clínicas de Porto Alegre conta com mais 10 leitos de UTI para tratamento do coronavírus - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Reforço18/05/2020 | 20h36Atualizada em 18/05/2020 | 20h36

Hospital de Clínicas de Porto Alegre conta com mais 10 leitos de UTI para tratamento do coronavírus

Com esta entrega, instituição chega a 40 vagas de tratamento intensivo exclusivas para pacientes com a covid-19

Hospital de Clínicas de Porto Alegre conta com mais 10 leitos de UTI para tratamento do coronavírus Clóvis de Souza Prates/HCPA/Divulgação
Hospital de Clínicas de Porto Alegre disponibilizou mais 10 novos leitos de UTI no tratamento de pacientes com a covid-19 Foto: Clóvis de Souza Prates / HCPA/Divulgação

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre entregou, nesta segunda-feira (18), mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Bloco B da instituição. Com isso, já são 40 vagas de alta complexidade exclusivas para o tratamento de pacientes com coronavírus.

A meta é chegar a 105 leitos, o total da capacidade projetada para a ala de UTI do novo prédio, que foi concluído no final do ano passado. A estruturação desses leitos está sendo viabilizada com o repasse de R$ 57 milhões encaminhado pelo Ministério da Educação (MEC) após o Ministério da Saúde sugerir o hospital como referência para o tratamento da pandemia na Capital.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Nesta segunda-feira, dos 40 leitos de UTI, 21 estão ocupados, sendo 16 com pacientes confirmados com a covid-19 e cinco suspeitos.

A entrega de novas vagas está ocorrendo em lotes de 10: a primeira ocorreu em 3 de abril, a segunda em 4 de maio e a terceira em 12 de maio. A previsão anterior era ter, já em abril, 48 leitos disponíveis.

De acordo com o hospital, a velocidade das entregas está ocorrendo conforme a demanda. Mesmo assim, a previsão é atingir os 105 leitos no inverno.

Leia também
Veja como usar máscaras em crianças corretamente
Como a pandemia afetou o atendimento na rede básica de sáude
Coronavírus reduz total de vagas em albergues, e prefeitura amplia abrigos 24h para moradores de rua na Capital

No Bloco B também funciona uma ala da emergência dedicada exclusivamente a pacientes infectados pela covid-19, com seis leitos, um box de estabilização e seis poltronas. Apenas o primeiro atendimento é feito no Ambulatório Covid, que continua funcionando ao lado da emergência do prédio principal.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros