Demanda de décadas da comunidade, Cachoeirinha terá novo acesso à freeway - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura29/07/2020 | 05h00Atualizada em 29/07/2020 | 05h00

Demanda de décadas da comunidade, Cachoeirinha terá novo acesso à freeway

Construção de nova alça no km 83 da rodovia permitirá saída no sentido Litoral e deve diminuir tráfego na Avenida Flores da Cunha.

Demanda de décadas da comunidade, Cachoeirinha terá novo acesso à freeway Jefferson Botega/Agencia RBS
Obras devem estar concluídas até fevereiro de 2021 Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Começou no dia 18 de julho e está prevista para ser finalizada em fevereiro de 2021 uma obra muito esperada por motoristas de Cachoeirinha e de outros municípios da Região Metropolitana: uma nova alça de acesso à freeway, no quilômetro 83, que ligará a rodovia à Avenida Papa João XXIII. Na prática, a intervenção permitirá o ingresso e a saída do município no sentido Litoral. 

Atualmente, os motoristas de Cachoeirinha só conseguem acessar a freeway em direção à Capital. Quem quer ir no outro sentido, precisa dirigir até a Avenida Assis Brasil e realizar o retorno. Também não é possível, para quem se desloca pela freeway em direção ao Litoral, acessar o município. 

A alça, que complementará uma interconexão que já existe, ajudará também a desobstruir parte do tráfego diário da Avenida Flores da Cunha, principal via de acesso aos bairros da cidade, segundo a prefeitura. A obra está sob responsabilidade da CCR Viasul, empresa atualmente responsável pela freeway e por outras rodovias do Estado. 

Leia mais
Das 20 obras públicas mostradas pelo DG em 2019, só uma foi concluída
Auditoria aponta indícios de irregularidades em hospital de campanha de Cachoeirinha
Menino de 12 anos arrecada alimentos e distribui para famílias carentes em Cachoeirinha

A situação foi mostrada em reportagem do Diário Gaúcho em 2014. Mas a questão é anterior: segundo o movimento Livre Acesso à Freeway, pode-se dizer que a demanda por um acesso iniciou praticamente junto com o início da concessão da freeway à Concepa, que administrou a rodovia de 1997 até 2018 – ou seja, há mais de duas décadas.

– Aquele contrato não previa a construção de acessos. E durou 20 anos (depois, foi prorrogado por mais um ano, em 2017). Só com a nova concessão é que a obra foi prevista – explica Marco Barbosa, coordenador do movimento e vereador de Cachoeirinha.

O movimento Livre Acesso, que inclui membros da sociedade, políticos e comerciantes de quatro cidades – além de Cachoeirinha, Gravataí, Viamão e Alvorada – existe desde 2013. O objetivo em comum é melhorar o trânsito na região, que representa um gargalo, e, com isso, tentar diminuir o custo da movimentação da indústria.

 CACHOEIRINHA, RS, BRASIL - Construção de uma alça de acesso da freeway em Cachoeirinha, na altura do km 83. A obra é uma demanda antiga dos moradores, pois deve ajudar a diminuir o trânsito na cidade. Na imagem trabalhadores executam obra para levantar o vidaduto.
Melhor acesso para moradores de Cachoeirinha e regiãoFoto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Dono de uma fábrica de móveis sob medida nas imediações da obra, Luiz Eduardo Lima será um dos beneficiados. Segundo ele, a questão do acesso vai ajudar os clientes a encontrar o estabelecimento com mais facilidade.

– Quem vem de Gravataí, entra direto. Mas os clientes de Porto Alegre têm que acessar por dentro, é mais complicado. A mesma coisa quando eu tenho que ir até os clientes no Litoral, por exemplo. Vai ficar muito mais fácil de localizar a minha empresa e para fazer entregas, estou com uma expectativa boa – relata.

Mais obras em andamento

Segundo a CCR Viasul, além da alça no quilômetro 83, também estão em andamento outras obras na região: em Gravataí, no quilômetro 80, um acesso contemplará três novos movimentos de entrada e saída ao município, em ambos os sentidos. 

Uma das alças  permitirá a quem trafega em direção ao Litoral, acessar Gravataí pela Rua Jorge Tadeu. Um outro acesso ligará a Rua Nutrella à freeway no sentido Porto Alegre, e quem segue pela rodovia no sentido Capital poderá ingressar pela Rua Vicinal Junção.

Outra reivindicação antiga da região é a mudança do local do pedágio, que atualmente fica no quilômetro 77 da freeway, em Gravataí. A cobrança no local está prevista para terminar à meia-noite do dia 15 de agosto, e a nova praça ficará no quilômetro 60, ainda em Gravataí. Segundo a CCR ViaSul, a mudança – que estava estipulada em contrato – vai ocasionar uma diminuição de 20% nos valores arrecadados em Gravataí. 

– São vitórias muito importantes, demandas antigas que vão beneficiar diretamente todos os municípios – finaliza Marco Barbosa.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros