Nível do Guaíba chega a 2m50cm e autoridades seguem em alerta em Porto Alegre - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Risco de inundação10/07/2020 | 22h17Atualizada em 10/07/2020 | 22h17

Nível do Guaíba chega a 2m50cm e autoridades seguem em alerta em Porto Alegre

Órgãos já trabalham na remoção de famílias que desejam sair de suas casas na região das ilhas

Nível do Guaíba chega a 2m50cm e autoridades seguem em alerta em Porto Alegre Lauro Alves/Agencia RBS
Guaíba já alagava ruas e residências na região das ilhas no início da tarde Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Jéssica Rebeca Weber
Jéssica Rebeca Weber

jessica.weber@zerohora.com.br

Após as cheias em rios como o Caí e o Taquari, as atenções se voltaram ao Guaíba nesta sexta-feira (10). Antes mesmo de o nível chegar a 2m50cm no Cais Mauá, marca atingida às 15h, a Defesa Civil havia emitido alerta para inundações na região das ilhas. O nível normal é 1m20cm no local.

Com órgãos estaduais, o município começou a colocar em prática o plano de contingência para atender os moradores, mas a Defesa Civil destaca que a ida para abrigos depende da aceitação das pessoas em deixar suas casas. 

Até a tarde desta sexta, uma família, incluindo uma mulher grávida, havia sido removida pelo Corpo de Bombeiros na Ilha Grande dos Marinheiros e encaminhada para casa de parentes. A Escola Alvarenga Peixoto foi preparada para receber possíveis desabrigados.

Leia mais
Defesa Civil do RS lança alerta de inundação para a Região Metropolitana
A indignação de uma moradora do bairro Farrapos que teve a casa alagada

O coordenador do Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic), Marlo Toral, espera a diminuição do nível do Guaíba nas próximas horas, porque já há registro de queda nas cotas dos rios Taquari e Caí.

— Quando a cota eleva nos rios, e o Taquari e o Caí subiram muito nos últimos dias, significa que todo esse nível vai escoar para o Guaíba. Mas já se registrou uma metragem mais baixa lá — explica.

Toral destaca a incidência do vento nordeste como outro ponto positivo — se fosse sul, estaria estimulando o represamento do Guaíba. Medições de nível das águas na foz do Guaíba na Lagoa dos Patos também indicam uma boa vazão.

Marlo afirma que, no momento, a região central da cidade não demanda preocupação. Apenas quando o Guaíba se aproxima da marca de três metros no Cais Mauá é necessário avaliar o fechamento das comportas do Sistema de Proteção Contra Inundações da Capital, do qual faz parte o Muro da Mauá.

A última vez que esse assunto entrou em questão foi nas cheias de 2015, quando foi encontrado até asfalto sobre trilhos dos portões que servem de comportas. Uma delas, de oito toneladas, estava amarrada para não cair, contou o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, em fevereiro deste ano, quando esses portões de ferro para evitar enchentes passaram por reformas. 

O alerta emitido pela Defesa Civil de Porto Alegre vale até segunda-feira (13). Como há previsão de mais chuva para o final de semana no Rio Grande do Sul, o Ceic deve seguir atento ao nível do Guaíba.

— Mesmo que a previsão não ultrapasse os 30mm, estamos em observação. Nestes dois eventos, da semana passada e desta, a gente teve chuvas de 114mm e 148mm. Isso gerou uma saturação do solo. Na próxima, possivelmente a absorção do solo pode estar prejudicada — explica Marlo.

O prefeito Nelson Marchezan, secretários municipais e assessores estiveram na região das ilhas na tarde desta sexta para avaliar a situação e ouvir os moradores.

Emergências devem ser comunicadas à Defesa Civil (199) ou ao Corpo de Bombeiros (193).

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros